Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, fevereiro 21, 2018

O porco mais bonito do mundo


Carnaval da Vitória é o porco mais bonito do mundo. Meu pai que lhe trouxe no sétimo andar onde a comissão de moradores é reaccionária porque não quer porcos no prédio e o camarada Faustino tem kandonga de dendém e faz kaparroto a cem kwanzas cada búlgaro. Primeiro o nome dele era só Carnaval. Depois que a gente ganhou a vitória contra o inimigo o nome ficou Carnaval de Vitória. O inimigo é um fiscal fantoche ladrão de porcos que lhe denunciámos no prédio onde ele ficou na vergonha. Carnaval da Vitória é o porco mais bom do mundo porque quando veio na nossa escola a camarada professora deu borla.

O meu pai é um reaccionário porque não gosta de peixe frito do povo e ralha com a minha mãe. Ele é que é um burguês pequeno mas diz que Carnaval da Vitória é um burguês. Por isso lhe quer matar só por causa de comer a carne. Carnaval da Vitória é revolucionário porque quando meu pai bateu em mim e no meu irmão Zeca ele lhe quis morder. Nós não vamos deixar matar Carnaval da Vitória porque a luta continua e o responsável da comissão de moradores não sabe as palavras de ordem que os pioneiros é que lhe ensinam. E a camarada professora é muito boa porque deixa fazer redacções que a gente quer e até trouxe na escola o primo dela Felipe que veio tocar viola dentro da nossa sala. 

Ruca Diogo


________________________

Antes do Seckou Keita a tocar Mikhi Nathan Mu Toma, o que se viu foi um excerto de 'quem me dera ser onda' de Manuel Rui, a incrível paixão de dois miúdos sonhadores por um porquinho numa Luanda em guerra (e que tem na capa uma daquelas ondas a la Malomil)

A fotografia do porquinho a enfeitar o texto é, obviamente, coisa minha: como é sabido padeço de pyctorica aguda pelo que post sem imagens é coisa rara, só acontece quando receio ferir a sensibilidade ocular de algum supositício esteta.


NB: Só aqui # links = 3  (lá está: mereceram)

_______________________________

Já é coisa datada, coisa muito do blogo-fricote e, pior, tão déjà-visto que não se aguenta, mas, para quem esteja virado para o registo Maria, queres saber das últimas fofocas no eremitério?, permito-me sugerir o post abaixo, de seu nome Faz de conta que é uma tentativa light de exercício de restauração da homeostasia no egossistema de uma ignorante birrenta [Por uma vez sem exuberância pictórica]

_____________________________