Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, fevereiro 18, 2017

Correia de Matos fez birra porque não lhe deixaram ver SMS trocados entre outras duas pessoas e, vai daí, demitiu-se da Comissão de Inquérito à CGD.
Um dia depois, PSD e CDS unem-se e voltam à carga: querem, porque querem, nova Comissão de Inquérito e querem, porque querem, ver os SMS.
Como presumo que tal vão vai avante (até porque os contribuintes não querem, porque não querem, que o seu dinheiro seja esbanjado a alimentar birras de gente desorientada), espero que os deputados pafiosos se demitam.
Todos. Vão para casa. Não fazem falta nenhuma como deputados.
Ponham lá hologramas, bonecos e bonecas insuflados, cães ou gatos. É preferível.


Para quem ache que estou a gozar, mostro abaixo um vídeo que mostra como a técnica dos hologramas nos ajudaria a higienizar o nosso panorama político.

Imaginem se em vez de um mal amanhado Correia de Matos a fazer birras, com funfuns e gaitinhas, não era melhor termos o holograma dele a dançar. Então não...?


Ilustro com o holograma Michael Jackson, actuando anos depois da sua morte, mas podia ilustrar com Jean-Luc Mélenchon, um político francês que há poucos dias apareceu em pessoa num comício e, ao mesmo tempo, em holograma num outro. (Cliquem no link, pf, para verem a graça que isto é)


Também poderia mostrar como seria até vantajoso ter animais (desde que asseados, claro) nas cadeiras parlamentares do PSD e CDS. Ilustro com a imagem do avião ocupado por 80 falcões. Um príncipe saudita, querendo tranportar os passarinhos, achou que, para eles irem à larguinha e sem stress, mais valia comprar um bilhete para cada um.


Uma solução destas na ala direita da Assembleia não me pareceria mal. Apenas deixaríamos de ter aquela imagem do láparo a rir à porco e isso, concedo, tem graça. Mas, enfim, não vale o dinheiro que nos custa.


De resto, acho que não se perdia mais nada. Os animais são bem formados, inteligentes
(NB: não me refiro aos da fotografia acima, refiro-me aos outros, aos não-humanos). 

A outra solução, a das bonecas e bonecos, também me parece bem. Penso que algumas substituiriam com vantagem a sexy Cristas da coxa grossa ou até D. Teresa Leal-ao-Coelho que também gosta de mostrar o seu lado safado. 


A vantagem das bonecas sobre sobre as duas acima referidas, sobre a mal encarada Cecília Meireles, sobre a descarada funcionária da Arrows, sobre a bem nutrida Teresa Caeiro, e sobre todos e todas as outras pafientas figuras (Montenegro, puto piegas João Almeida, inteligente Hugo Soares, puto Leitão, etc, etc) é que as boencas não chateiam. Caladinhas de dar gosto. 


NB: Também as há em versão homem para o caso de se vir a aplicar aquilo das quotas.


........................

Tirando isso, sobre o tema não me ocorre mais nada sobre a nova Comissão de Inquérito que os alcofinhas dos tarecos do PSD e CDS dizem que querem porque querem.
.

Até já.

....

2 comentários:

bea disse...

Eu acho que a boneca da direita é uma mulher. Asseguro mesmo.

Um Jeito Manso disse...

Estava a ver que desta vez não apanhava esta...

Ok, bea, está certo: também podíamos lá deixar uma senhora de verdade. Teríamos era que fazer um casting muito rigoroso. Assim de repente nem estou a ver. Mas talvez uma daquelas que se senta lá para o meio e que começam e acabam uma temporada sem nunca actuarem.

uma santa noite, bea!