Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

terça-feira, março 20, 2018

Rui Rio escolhe-os pelo diminutivo? Gosta de Nanitos?
-- Melhor dizendo: José Silvano será o 2º Nanito? --



Vamos lá a ver: eu não conheço o senhor de lado nenhum. Portanto, nada contra. E, se calhar, devia era ficar caladinha até me inteirar da coisa.

Conto. Vinha para casa quando ouvi que Rui Rio já tinha escolhido o sucessor do extraordinário Nanito, a quem eu, erradamente ontem tratei por Fefé BD. Pasmei. Uma vez mais, nunca tinha ouvido falar em tal pessoa.

José Silvano, deputado silencioso e praticamente incógnito, com longa carreira ao serviço do PSD ora como não sei quê, ora como não sei que mais. Presidente de Hospitais, de Mirandela e das Terras Quentes e coisas afins. Pelos vistos, considerado por Rui Rio a pessoa certa. Ou, sei lá eu, talvez o último recurso. Ou o único. Certamente, pessoa honrada. 

O que espanta é que, num momento destes -- com o PSD pelas ruas da amargura, com a Cristas a cacarejar-lhe às canelas, com o PS de vento em popa e com o PCP e o BE bem estabelecidos na vida -- Rui Rio não desencante ninguém mais conhecido do que este senhor Silvano. As razões da escolha não transparecem.

A mim, ignorante na matéria, o que me ocorre é que Rio, já com a cabeça feita em água e incapaz de desenvolver raciocínios mais elaborados, tenha pensado: se ele se chama Silvano, na volta tratam-no por Silvanito. Na volta até por Nanito, que vai dar ao mesmo. Nem vou estranhar.

Já estou a imaginar o Rio:
Ó Nanito, mostra a essas meninas da capital o que é um gajo do norte e mete as mãos ao trabalho, homem! 
Ou, quando estiver tão enervado que até troque os bês pelos vês:
Ó Nanito, diz a essas badias intriguistas que em bez de irem dar vanho ao cão, bão mas é tomar um vanho de ética! Cum carago. 
E é isto.

Que venha agora a malta do Observador escarafunchar os tesourinhos deprimentes do Silvanito a partir das dicas que hão-de chover lá dos amiguinhos da São Caetano que eu, por mim, por ora, nada mais a dizer.

Só se for desejar boa sorte ao Nanito Nº 2.
Mas, pelo sim, pelo não, nada de fazer como o Nanito Nº1, aka o Patolas, como, por exemplo, mandar os batedores apitarem à chegada a casa. Parece que não dá lá muita sorte.

...........................................