Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, março 15, 2017

Passear o cão pela manhã


Nos cerca de treze anos em que tivemos uma cadela, não era a mim que cabia a responsabilidade de a levar à rua. O meu marido gosta de madrugar e aproveitava para uma caminhada matinal. À noite também era ele que ia. Quando os meus filhos ainda viviam connosco, durante o dia iam eles. Depois passou a ficar, de dia, em casa dos meus pais. Para mim sobrava o mimo doméstico. Ela ficava delirante quando eu chegava, gania de alegria, saltava, andava à minha volta, dava-me beijinhos. Era frequente eu abraçar-me a ela e ela gostava, ficava imóvel, dengosa e feliz. Umas saudades que não passam. Aquela bichinha tinha amor de gente por nós e nós por ela. Era uma boxer muito doce e muito inteligente.

Mas, portanto, não posso gabar-me de alguma vez ter ido passear a minha amiga cãzinha com um outfit semelhante ao que Emily Ratajkowski usa no vídeo abaixo, ao que parece para publicitar a marca DKNY (lingerie, certamente; ou serão as botinhas?).




Béu béu e até já.

..........................

Sem comentários: