Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, dezembro 09, 2016

Laranjas, as últimas folhas das árvores, o fogo reflectido na janela
-- e outras magias





Caminho muito devagar. Sob os meus pés o musgo, a caruma amolecida pela humidade. Nas árvores as últimas folhas. Ouços alguns bichos a fugirem mas não os vejo. Alguns pássaros levantam voo e ouço como batem as suas apressadas asas contra a folhagem. Depois o silêncio. O cheiro bom da terra. As cores quentes das folhas. A vida, o tempo, a magia do que se revela, se desvela, se entretece nos meus sentidos

A vida que nasce de velhos troncos caídos por terra. E silêncio. Os meus passos silenciosos. O  frágil orvalho sobre as delicadas folhas verdes que despontam por entre as outras, caídas.

As laranjas. Saudades de as colher e comer ainda frescas, a seiva frio da árvore a perfumar o seu sumo generoso. Aqui em casa o cheiro da madeira na salamandra, o reflexo do fogo na janela. Tarde boa, tranquila. A paz suave do outono.








__________

Tom Waits está comigo, in heaven, e canta Last Leaf on the Tree. 

____



...............................

Já volto com as cores da noitinha. Dentro de casa. As cores quentes do meu ninho.

.....

3 comentários:

bea disse...

Essa voz impressiona-me sem que consiga gostar. Mas há cá em casa quem o aprecie um imenso. not me.

A Matéria dos Livros disse...

Lindas, as flores in heaven!

Autoriza-me que use a fotografia dos cogumelos para desejar as Boas Festas?

Um bom resto de sexta-feira!

Beijinhos

Um Jeito Manso disse...

Olá Leitora Fantástica,

Claro que autorizo e com muito gosto.

E Boas Festas também já para si!