Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

domingo, dezembro 04, 2016

Irina e Demi, especialistas em olaria
[E a ex-família de Irina de candeias às avessas porque a mana Cátia usou a cama do Cristiano para fazer sexo com Cláudio Coelho,
depois de já ter usado a sala de cinema de Fábio Coentrão para o mesmo fim]


De tanto artesanato que já experimentei, nunca tentei a olaria. Até já pintei azulejos, a tinta misturada com o pé branco, tão difícil de perceber como vai sair. E renda, malha, bordados. E pintar. Sei lá. Mas olaria, que parece coisa tão boa de fazer, nunca.

Irina não pode queixar-se do mesmo. Pôs-se a imitar a Demi e, apesar de ter acabado toda suja, parece que gostou. Não sei é que obra saíu dali.  Olho para a obra e não consigo reconhecer nenhuma forma mas talvez seja algum brinquedo para o bebé que dizem que ela espera de Bradley Cooper.

A propósito da Irina. Vim há pouco de casa dos meus pais e estava lá a senhora que trata da higiene dele. Quando nos ouviu a falar dos milhões do Ronaldo, diz ela: 'Vi numa revista que ele se zangou com a irmã, com a Cátia, porque a apanhou a fazer sexo com Fábio Coentrão na cama dele (dele, Cristiano). E ela diz que agora vai dar uma entrevista a falar da família'. 


Eu e a minha mãe ficámos espantadas. A minha mãe disse que acha que o ex-cunhado, talvez o ex-marido da mana Cátia, é um dos que faz parte da comitiva que anda com o Cristiano para todo o lado. A senhora disse também que, o ano passado, o Ronaldo contou que tinha oferecido uns ténis ao padrasto que tinham custado 500 euros. E a minha mãe disse que acha que o ex-padrasto é um barrigudo que também faz parte do séquito. 


Agora, antes de escrever isto, não fosse ela ter percebido mal, googlei. De facto enganou-se: a notícia diz que o Cristiano apanhou a dita Cátia com um tal Cláudio Coelho, que não sei quem seja. E, logo abaixo, o próprio diz que a primeira vez que fez sexo com a Cátia foi na sala de cinema do Fábio Coentrão. Daí a confusão dela (dela, da senhora que nos informou de tão escaldantes notícias).


E eu pensei: não admira que a Irina tenha fugido a sete pés do clã Aveiro. Não apenas aquele cachucho reluzente na orelha do namorado deveria incomodá-la como não há dinheiro que pague ter uma cunhada que anda pelas capas das revistas em notícias destas.

Mas a verdade é que quero lá eu saber disto. O que me maça um bocado é que o CR7 e demais milionaríssimas figuras ganhem fortunas escandalosas e, não contentes com isso, ainda se dêem ao trabalho de escapar ao fisco. Quanto ao resto, pois que façam o que quiserem.

Mas vejamos, então, a famosa cena da olaria, a original e o remake.

Irina Shayk dirigida por Phil Poynter num remake da cena de Olaria do filme Ghost


,,,,

E esta, abaixo, é a cena inspiradora. Demi Moore e Patrick Swayze no filme de 1990, 'Ghost'



____

O artesanato é coisa boa de se fazer.

___

2 comentários:

Anónimo disse...

no início são todos puros - http://www.boredpanda.com/kate-moss-and-johnny-depp-1994/


daqui - http://www.boredpanda.com/rare-celebrity-photos/?utm_source=facebook&utm_medium=link&utm_campaign=wimp


a que escolhi foi ao acaso-))

Bob Marley

Claudia Sousa Dias disse...

Aquele remake...não foi boa ideia. Em vez de "pottery" mais parece outra coisa começada por "p".