Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, dezembro 24, 2016

A despedida que todos os professores gostariam de ter


Alain Donnat, de 64 anos, foi professor durante durante 38 anos numa escola em França. Despediu-se agora, para se reformar.

Quando ia a sair, foi vendo que os corredores estavam cheios de alunos. Foi avançando e sempre alunos a aplaudirem. Até que saíu, foi ouvindo palmas e vendo rostos emocionados. Entre alunos e professores, foram setecentas as pessoas que se reuniram para acompanhar a saída do professor que, como é natural, entre o pudor que sentiu e a emoção, lá foi avaçando.

Certamente uma recompensa gratificante para alguém que dedica a vida ao ensino.



¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

1 comentário:

bea disse...

Um gesto muito bonito. Tudo que é feito em conjunto por alguém é lindo. Porque esse alguém o merece. Mas também porque quem participa na homenagem e a arquitecta tem beleza de espírito.