Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, novembro 05, 2016

Os desabafos e confidências da virgem que dá pelo nome de João Wengorovius Meneses.
E os mails que trocou com o ministro Tiago Brandão Rodrigues no que ficará para a posteridade como as Wengorovius leaks
[E, para ele, uma lição de como se coloca um tampão já que parece que lhe apareceu agora o 'período' pela primeira vez]


Vocês são minhas testemunhas. Eu queria que esta fosse uma noite só de doçuras e travessuras ou, quanto muito, de surrealidades. Vocês podem confirmar. 

Mas, estando eu aqui sossegadinha, deslizando a vista por uma escrita cheia de lisura, um livrinho tão macio, vejo na televisão um tal que nunca tinha visto mais gordo. Empolgado e quase vergado, tanta a excitação, o entrevistador parecia atingir o auge da sua brilhante carreira de inquiridor, arrancando escaldantes confidências ao ilustre desconhecido. Intrigada com aquele número, dei-me ao trabalho de perceber o que se passava ali.

Pois. Uma amostra do lado mais fanqueiro do tal portugal pequenino e de plástico de que já se queixava o O'Neill. Ou, se quisermos retroceder ao tempo de realeza, uma amostra do lado mais indigente da lusa piolheira.

O entrevistado, feito estrela, fazia-se rogado mas rogado a fingir -- daqueles meninos queixinhas;, não sei se estão a ver o género. E o que contava o menino queixinhas? Pois não percebi bem: qualquer coisa como que o ministro não achou bem que ele quisesse correr com o tal outro dos cursos hologramáticos numa altura em que este tinha a mulher doente. Ou que o ministro se aconselhava muito. Com terceiros. Não com segundos, pelos vistos. Com terceiros o que parece ser coisa fracturante. Ou que não sei o quê. 


Escutei melhor. O entrevistador, o Ferrão da SIC (se não me troquei), curvava-se, empolgado, 'mas o quê?' e o ex-secretário, important --, ah, quão importante, very, very important person -- lá ia contando: o chefe de gabinete reunia-se muito com o ministro. 'Mais com o ministro do que consigo?', perguntava o arguto microfoneiro. E o ex, disfarçando os ciúmes, 'eu não disse isso'.

Aqui já eu estava com vontade de conferir a craveira do vipinho, craveira que antevia de arromba. E, lá está, uma coisa de truz.
(Chega gente desta ao governo...! E haverá ainda por lá mais disto, ó Costa...?)
Ou a vida da dita virgem, na wikipedia, foi amputada ou estamos perante uma virgem sem mundo e sem outra experiência de vida que não a das cenas ligadas ao partido. 

Na pesquisa, leio num CV seu esta curiosa confissão: 'no estrito âmbito do cinema não tenho qualquer experiência profissional específica'. Ok. Certo. Não tem experiência no ramo cinéfilo. Não é dramático. O pior é que não se percebe se a tem noutro ramo qualquer. Pesquiso, pesquiso e, do vazio do que parece ter sido a sua vida antes de virar secretário de estado, nada vejo que se aproveite. Aparentemente é ex sem antes ter sido qualquer coisa.

Pareceu-me ouvir dizer que agora o dito virgem delator, armado em menina de garganta funda, deu em divulgar mails que trocou com o ministro. Coisa fina essa. Menino de confiança, este joãozinho. Não sei se alguém de bom senso alguma vez quererá tê-lo por colaborador. Foge...!

Os jornais manhosos que salivam com as misérias humanas irão agora divulgar mails, mailzinhos de trazer por casa -- esta dos mails está na moda - e misturarão linhas de um mail com linhas de outro, tentarão apimentar a coisa como se já fosse o próprio ministro a não ter nem a 4ª classe ou se o chefe-de-gabinete-olheiro piscasse o olho à chefe de gabinete do ministro (e coisas dessas não se fazem). E os Tavares e as Leninhas desta vida espumarão -- demissão, demissão, demita-se o gato e o cão! -- e o ex-Wengorovius (mal empregado nome) chegará a casa, feliz, tirará mais umas selfies para o Facebook e sentir-se-á quase tão importante como o Trump.

_____


Viva o Wengo Meneses! Viva!
Vivam os mails do Wengo! Vivam!
Vivam as leaks do Meneses! Vivam!

___

E agora, a propósito das meninas virgens a quem lhes aparece o período pela primeira vez (e, note-se, não estou a fazer analogias com o wengo-meneses; aquilo no título foi só para despistar), aqui deixo um vídeo que mostra como é bom ter por perto alguém experiente que ensine a enfiar um tampão.



Girl Scout Tampon Scene com o mestre Larry David


___

E desçam, meus Caros, para verem como eu estava tão noutra antes do VIP Wengo me desencaminhar.

___

2 comentários:

bea disse...

Também li essa notícia no jornal. A gente não espera coisas destas, mas as pessoas não deixam de ser quem são. Mesmo estando no governo.

Anónimo disse...

"Não o quis demitir numa altura em que tinha a mulher doente"
Tanto querem atacar o Ministro que nem se apercebem que lhe estão a dar um grande elogio!...
Força Tiago!
UC