Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, setembro 15, 2016

Sessão de coaching para o Láparo:
Alala ensina como agir inteligentemente
[Para ver se param de andar por ai a mandar o pobre coitado ir à caça de Pokémons]



Pronto, confesso: tenho bom coração. Dá-me pena ver as tentativas desastradas dos seres destituídos, não conseguindo atingir os seus objectivos.

Custa-me, que hei-de eu fazer?, ver esse pobre coitado, ainda de pin na lapela, como se fosse um primeiro-ministro apeado à força, ainda à espera de conseguir voltar ao lugar. 

Custa-me vê-lo a ler os sinais todos ao contrário. Se vê um sinal de stop ele avança, se vê que é proibido voltar à esquerda, é à esquerda que ele vira, se vê o sinal de beco sem saída, ele acelera e avança sem medo de encontro à parede. Dói-me a alma, que querem?, ver que anda num desatino, interpretando às avessas tudo o que lê. Se desce o desemprego, se o défice se mostra contido, se o plano da CGD é aprovado por Bruxelas, se os níveis de confiança mostram recuperação, e sei lá que mais, pois ele, coitado, diz que o modelo seguido pelo governo já falhou e até mais cedo do que ele tinha previsto.

E se é unânime já entre toda a gente com um mínimo de neurónios -- e assinado por baixo por gente isenta como os técnicos do FMI ou o Nobel Stiglitz -- que o modelo de austeridade aplicado ao limite por ele falhou e produziu resultados contrários ao suposto, pois o pobre coitado continua a achar que fez um lindo trabalhinho.


António Costa brinca, e bem, que quem andou por aí a anunciar que o diabo vinha em Setembro (sem que ninguém veja sinais disso) melhor faria em dedicar-se à caça dos Pokemons. E, de facto, ou se leva na brincadeira as demonstrações de défice cognitivo de Passos Coelho ou se tem uma atitude construtiva como eu aqui estou a ter ou, então, o pobre coitado ver-se-á votado ao desprezo e, a seguir, ao esquecimento.


Portanto eu, com a minha alma caritativa, tenho para com ele uma atitude construtiva: vou aqui deixar-lhe um vídeo que ele deverá seguir com atenção, tentando, de seguida, imitar o coach Alala.

À atenção do Láparo


Rare crow shows a talent for tool use



....

Qualquer coisa mais, quer o Láparo quer a sua pequena turminha de seguidores ou, mesmo, o grupinho de alienados de entre os quais se destaca a rangélica galinha histérica,  disponham.
Aqui a Santa UJM está cá para velar pelos desvalidos. 


.....

Desejo-vos, meus Caros Leitores, uma dia muito bom.

....

Sem comentários: