Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, março 25, 2016

E se, depois da chapelada do Marcelo dando razão ao António Costa nisto da Banca, o Coelho não se enxergar e continuar, feito bobão, a desafiar o Costa, este só deve fazer uma coisa: desafiá-lo para um duelo. Quiçá de dança. Como este aqui entre o Rafinha e o Frota.


Esta agora do Marcelo trazer o Draghi e o totó do Carlos Costa (não o do fio dental, o outro, o que nem nas cuecas que usa deve ter graça) para o Conselho de Estado também é boa. Este Marcelo deve fervilhar, ideias à razão de cinco por minuto. Cada uma mais surpreendente que a outra e, até ver, todas de se lhe tirar o chapéu. Não se sabe bem se isto, com tanta ideia superlativa e borbulhante,  não vai acabar num desconchavado número de circo mas como não sou de agoirar, o que posso dizer é que, em minha opinião, so far so good.


Mas boa, boa, foi aquela de ele tirar o tapete, à bruta, ao Láparo, dando total razão ao António Costa por se ter interessado com a caldeirada vigente na Banca portuguesa. Isto depois do Láparo ter aparecido, armado em virgem esquentada, pedindo explicações ao Costa. 

A malta do PSD anda em pulgas com as laparices deste cómico Primeiro-Ministro no exílio que parece que anda hipnotizado. E digo hipnotizado porque parece que quem o hipnotizou anda a gozar à brava com o espectáculo e não o desipnotiza.
[Um parêntesis: nunca deixei que me hipnotizassem não apenas com medo que me pusessem a fazer tristes figuras como, sobretudo, que não conseguissem acordar-me. Fazer de galinha? Isso não teria problema mas imagine-se que depois ficava a cacarejar e a dar às asas para o resto da vida.]
Veja-se o que fizeram com o desgraçado do Láparo... Por aí anda a fazer figuras tristes e ou não querem ou não conseguem tirá-lo do estado de maluquice em que se encontra. Uma ópera bufa, digna de subir a palco com o La Féria.

Agora a sério: não sei como é que ainda têm paciência para o aturar.
Aliás, não têm. Veja-se que até no PSD já estão a perder a cabeça com as peripécias da criatura: o Morais Sarmento também já aí anda a mostra-lhe um lencinho branco e a cantar um venenoso good bye, my love, good bye.
De qualquer maneira, acho que da próxima vez que o Láparo se arme em leão, deverão desafiá-lo para ele fazer qualquer coisa. Desaparafusado como anda, aposto que topa logo. Uma cena na base desta que aqui abaixo se mostra.

Briga entre Alexandre Frota & Rafinha Bastos


___

E queiram ir por aí abaixo. Há mais.

Sem comentários: