Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, março 25, 2016

E se a recepção for muito calorosa... será caso para desconfiar...?


Pois eu não sei. Se o marido não desconfiou de nada é porque é sempre recebido da forma calorosa que aqui abaixo se vê. E, se ele é feliz, então porquê causar-lhe preocupação ou tristeza?

Aceitem um conselho: façam como eu. Bico caladinho e deixá-los viver o seu casamento feliz.


___

De qualquer maneira, quem quiser fazer visitas a uma namorada que não more no rés-do-chão deverá acautelar que ela seja do tipo habilidoso como a madame do vídeo acima. Caso não, arrisca-se a passar pelo mesmo que o cavalheiro de S. Paulo, do vídeo abaixo, passou. Um susto.

E a reacção dele ao aterrar é também do melhor que há. Vocês, meus caros leitores homens, já viram se uma destas acontece convosco...? Medo....


Coitado.
....

1 comentário:

Anónimo disse...

O interessante é ela ter atraiçoado o marido, não com um, mas...com vários (perdi-lhes a conta!). Mulher de "armas"! É caso para nos interrogarmos: o marido pelos vistos não dá...suficientemente conta do recado? Quanto ao outro caso, é bom ver que sempre há gente que está do lado do "malandro". Consola a alma (do malandro).
P.Rufino