Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, janeiro 13, 2016

Viver no Céu -- Onde a água é vida nascente jorrando de todos os poros da terra [Segundo de seis postais ilustrados do Gerês]




A água, cantante, límpida, fresca é omnipresente. Jorra dos montes, de entre as rochas, vem das escarpas, desliza pelas matas, forma pequenos riachos, vai em regatos ao longo das estradas, engrossa os rios, enche as enseadas junto às barragens.


De manhã, entre a neblina e as nuvens, por vezes pouco se vendo, ouvia-se o cantar fresco das +aguas escorrendo, rompendo a terra, banhando as rochas, mergulhando no rio. 


E eu acerco-me, abeiro-me, com cuidado não vá escorregar, sinto os pés a entrarem no território das águas. quero sentir a água, mergulho as mãos, sinto a leveza boa, a frescura límpida da água. Tão bom, tão bom, que sensação tão, tão boa.


E depois descubro um lugar onde a água é verde esmeralda, de uma limpidez assombrosa, uma cor vibrante, apetece-me mergulhar-me lá eu toda, sentir o corpo coberto por esmeraldas líquidas. Quanta beleza, deus meu, quanta beleza.


Como posso sair deste lugar que me acolhe e abraça? 

Tão belo, tão belo o meu país.


Sentem vocês, meus Caros Leitores, como é fresca e límpida esta água que nasce nestas terras puras?


1 comentário:

The Hound of Time disse...

Adorei ouvir/ver o Rão Kyao que sempre adorei desde o seu primeiro álbum, e anda tão ausente do meu espaço musical.
Que prazer poder ouvi-lo em tão belo espaço, imagino, em ambiente e expressão artística, espaços sagrados, são na minha perspectiva, ambientes cheios de energias palpáveis, e os que neles se aventuram, e vem por bem, saem energizados por ligações imtemporais, sempre expressões tanto de quem se é, como do que se procura.
Não é uma questão religiosa, já percebi que não é religiosa, assim como eu também não, mas sou uma pessoa numa viajem espiritual, que acredita numa força universal que conduz os princípios que sustentam e dirigem a harmonia universal, que a nível pessoal nos liberta e responsabiliza pela viajem que percorremos.
Tenha um bom dia, cara UJM
M