Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, janeiro 01, 2016

2016






Começa o ano e eu sei que vai ser um ano muito bom. Trará novas vidas. Trará esperança, alegrias, luz. E a luz só é preciosa se puder haver o contraste da sombra mas a sombra será aconchego, silêncio e serenidade. E trará afectos, trará a construção de novos caminhos, trará abraços e afectos, a quentura de sorrisos bons, trará vagares para desfrutar a beleza dos instantes, trará palavras com significados novos, trará novas maneiras de ver, pensar e sentir.


Agora que já entramos em 2016, renovo os meus votos de há pouco e peço-vos também que se divirtam como se fossem crianças inocentes, que se deslumbrem com cada pequena coisa como se não houvesse magia maior, que agarrem cada instante como se milagre maior não pudesse estar a acontecer, que vivam apaixonadamente, que amem como se não houvesse amanhã, que sorriam com a alegria de quem descobre um mundo novo, que sejam felizes como se acreditassem que isso é possível - porque é.


Um belo Ano Novo para todos!
...

As fotografias foram feitas há bocadinho de propósito para partilhar com os meus Leitores que não puderam ver o Ano Novo a romper no meio de alegria, de cor e de luz.

O Hino à Alegria (9ª Sinfona de Beethoven) aparece aqui num flashmob com a participação do Coro Hans-Sachs e da Philharmonie Nürnberg.
...

FELIZ 2016 !

..

4 comentários:

Teresa Diniz disse...

Que bom apontar primeiro todos os sinais de esperança!
Bom Ano Novo!

Anónimo disse...

Bom Ano para si e família também. Sobretudo com saúde! Desta vez, desde há uns 4 ou 5 anos, julgo que há razões para acreditar que o ano que agora se inicia será melhor do que os anteriores que refiro. E está sol, o que é um bom augúrio. E essa sua nova "imagem", no topo do Blogue, parece querer animar-nos para um Ano mais, digamos, “prazenteiro”. Hoje, para nós, há reunião de família, alargada, na habitual refeição do princípio do Ano.
P.Rufino

Um Jeito Manso disse...

Olá Teresa Diniz,

Estive a visitar os seus blogs e gostei. E gostei também de ler as suas palavras.

Muito obrigada.

Um feliz 2016 para si e para os seus!

Um Jeito Manso disse...

Olá P. Rufino,

Também tive cá a maltinha toda, uma animação. É bom começar o ano tendo junto a nós os que nos são queridos.

Também espero que se se esteja a abrir um ciclo auspicioso, com crescimento e perspectivas de futuro. Seria bom isso para todos e, em particular, para os que não encontraram cá lugar para trabalhar, possam voltar e viver perto das suas famílias.

Desejo-lhe a si e aos seus um 2016 o melhor possível. E quero agradecer-lhe todo o apoio e incentivo que me tem dado desde sempre bem com a permanente simpatia. Muito obrigada!