Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

terça-feira, dezembro 15, 2015

Um presente para a Joana Amaral Dias que deve estar quase a entrar no período de amamentação, e outro para o Paulo Portas ou para o Passos Coelho, que gostam tanto do Marcelo Rebelo de Sousa para quem, também à laia de presentinho, vai daqui um conselho amigo: 'não conte com o ovo no cu da galinha'


Para as minhas Leitoras prendadas que sabem manusear bem as agulhas e a lã e que se afoitam com o mais sofisticado tricoteio, aqui deixo duas sugestões de presentes.

1.

Para oferecer à Joana Amaral Dias -- que deve estar quase a dar à luz e que, de seguida, irá certamente amamentar o pequeno bebé-Agir -- sugiro que lhe façam uma camisolinha que, embora respeitando o espírito natalício, lhe permitirá pôr a criança ao peito sem ter que voltar a desnudar-se. Dado que está frio, sugiro que lhe comprem também um tapa-mamilos (vendem-se nas lojas de lingerie). Ficará engraçada e quentinha e é um modelo muito prático. 

...

2.

Para o ex-Vice-Irrevogável-Portas e para o seu ex-chefe, o saudoso Láparo, para fingirem que volta e meia têm rebates de consciência ou vergonha na cara e que, nessas alturas
(especialmente quando pensarem na ridícula e despudorada pirueta de apoiarem Marcelo Rebelo de Sousa, esse cata-vento, esse filho do diabo
têm vontade de se enfiar em qualquer buraco, incluindo dentro do seu próprio aparelho digestivo, sugiro uma camisolinha que simula um buraco por onde se podem enfiar (embora, pouco civilizados como são, seja de se lhes recomendar que, quando executarem a manobra, não se esqueçam de colocar uma rolha)

...

E caso o ex-Vice não se recorde ou tenha a consciência embotada, aqui fica o vídeo

Paulo Portas fala de Marcelo Rebelo de Sousa, desmontando a patranha da Vichyssoise, e dizendo do candidato a Presidente da República o que Maomé não diz do toucinho. Exemplos:


A lealdade não é o seu forte
Deus deu-lhe a inteligência, o Diabo deu-lhe a maldade
Uma pessoa que quer ser primeiro-ministro tem que se tornar confiável; e tornar-se confiável significa que a gente possa acreditar nele.

..

E, para não ficar triste por não receber um presentinho aqui da Jeitosa-Mansinha, aqui deixo um inocente conselho para o Professor Marcelo que acha que isto das eleições é um passeio de verão e que não tarda estará instalado no Palácio de Belém: Meu Caro, eu cá, se fosse a si, não contava com o ovo no cu da galinha.



Vamos todos dizer em coro, para ver se o nosso conselho chega até ao hiperactivo Prof.Marcelo?


Olhe que quem avisa, seu amigo é, Prof. Marcelo.

E escute: não ande por aí, de evento em evento, a espalhar risinhos. Não se esqueça da caminha que o Láparo e o ex-Vice estão mortinhos por lhe fazer; saiba que até já estão a esfregar as mãos, dizendo um para o outro que ri melhor quem ri por fim. 

...

NB: Estava aqui a fazer um segundo post mas, como tenho que me levantar muito cedo, não vou poder fazer os remates finais pelo que, por agora, fico-me por aqui. Mais logo, ou de manhãzinha ou à hora do almoço, logo o publico. São mais três presentes mas, desta vez, bem diferentes. 

Entretanto, vou já formulando os meus votos.
Desejo-vos, meus Caros Leitores, uma bela terça-feira. 

..

1 comentário:

Anónimo disse...

O Portas encanita-me! Só de o ouvir, naquela voz efeminada, dá-me voltas ao estômago. Saber o que a criatura foi e tem sido no plano político, jornalístico, etc, dá vontade de o "esganar"! Irrevogável?!?!
P.Rufino