Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, abril 30, 2015

Sampaio da Nóvoa, Rui Rio, António Costa, Marcelo Rebelo de Sousa, Marco António... e um excerto de Murphy que se aplica a Passos Coelho e que serve para eu daqui enviar um conselho aos senhores do PS. Alô, alô!


No post abaixo já falei de Murphy, essa fantástica criatura de Beckett que estou a adorar conhecer e, mais abaixo ainda, mostrei Lagos, o lugar branco banhado de azul que Sophia tanto cantou.

Mas isso é a seguir. Aqui, agora, vou ser breve para não cansar a vossa beleza.

Não vou falar muito da candidatura de Sampaio da Nóvoa porque não tive ocasião de ver na televisão o seu lançamento nem me apeteceu pôr-me a ler notícias mas, de raspão, vi que Soares e Sampaio lá estiveram e repito que, apesar de não conhecer bem a personalidade do agora candidato, não vejo que haja razões para temer que não seja eleito. 


Entre ele e Guterres, estou em crer que os portugueses preferirão Nóvoa. Guterres está demasiado conotado com a imagem de deserção em momento complicado, preferindo cargos internacionais de prestígio. Os portugueses, se bem leio o sentimento geral, mais depressa aderirão a alguém que venha de fora dos meios partidários, que apareça com um bom propósito, ideias claras, uma visão de progresso e de humanismo, do que a alguém que veja na Presidência da República o fim da sua carreira política ou uma situação de recurso.

Recear que Nóvoa perca para Marcelo Rebelo de Sousa parece-me também um temor sem razão: Marcelo é, na política, um perdedor. 


Perdeu na Câmara de Lisboa, meteu-se em sarilhos no curto espaço em que esteve à frente do PSD e, que me lembre, não teve qualquer outro cargo político relevante a nível de liderança. Tem audiências na TVI, é certo, mas não sei se não está demasiado conotado com a imagem de um fala-barato, intriguista, tacticista, e que anda há que séculos a ver se vai a presidente de qualquer coisa sem o conseguir, daqueles que não dança nem sai da pista ou que mastiga, mastiga e não engole - uma coisa nessa base.

O único dos que se perfilam que me parece poder ter hipótese é Rui Rio. É muito pão, pão, queijo, queijo, e penso que facilmente estabelecerá empatia com a uma população carente de ter alguém na política em quem se possa acreditar.

António Costa, para Primeiro-Ministro tem uma imagem credível (e, agora que resolveu dedicar-se mais a sério, tem andado bem, inspirando confiança e com aquele toque de boa disposição confiante que é a sua imagem de marca) pelo que, não tarda, estará em S. Bento e facilmente Rui Rio poderá surgir, aos olhos dos eleitores, como um bom contraponto em Belém.

Sampaio da Nóvoa, para bater Rui Rio (se ele acabar por se chegar à frente), terá que ser mais do que um idealista, um homem puro e bom. Acredito que possa mostrar ser um homem equilibrado, estável, com os pés na terra e uma cabeça capaz de ver ao longe. Se o conseguir, diria que tem boas hipóteses.


De resto, presidenciais à parte - que isso ainda vem longe -, no curto prazo só espero que o PS consiga impor uma imagem de maturidade política, rigor e modernidade. Para já, já, o que se pede é que saiba enquadrar essa criatura que dá pelo nome de Marco António Costa e que é do piorzinho que o PSD tem. 


Não me parece que faça grande sentido dar importância a uma figurinha daquelas mas, enfim, se já foi dito que a carta-provocação vai ter resposta pois que o tenha mas que, se aproveite, para dizer ao PSD, mas dizer alto e bom som, que se enxergue. Depois do que fizeram ao País deviam era esconder-se aí debaixo de uma moita qualquer para a gente nem dar por eles - em vez de andarem com bravatas infantis. O Eduardo Pitta é que perguntou bem: mas esta gente injecta-se ou quê?




Passos e Portas - essa dupla humorística que, se não andasse ao mesmo tempo a destruir o País, nos divertiria à brava, tal a desfaçatez do que dizem, tal o ridículo de que se cobrem, tal a cara de pau com que se apresentam - andam num nervosismo. Primeiro foi o documento com as medidas propostas para a Próxima Década para Portugal, agora o lançamento da candidatura de Nóvoa: e aí vão os dois, quais caniches a quem atiram ossos, ora para um lado, ora para outro. Ora querem auditar um documento elaborado por economistas, béu béu, ora querem já apoiar uma candidatura presidencial, béu béu, béu béu.




E a graça que tem quando põem um microfone à frente do Passos: a gramática não é o seu forte, isso é sabido, mas não é só uma questão de arrumação e conjugação das palavras, é mesmo o raciocínio que se ensarilha de duas em duas palavras.

Há bocado, na leitura do Murphy de Beckett, li uma coisa que se aplica como uma luva a este triste Láparo que nos calhou na rifa. Passo a transcrever:
Conceber uma opinião e exprimi-la era submeter o seu talento a rude prova. Quando é que aprenderia a não se enfiar nos labirintos de uma opinião sem fazer a mínima ideia de como iria de lá sair? 

Ou seja, ó senhores do PS, ponham o homem nervoso, avancem com iniciativas, deixem-no atarantado - e o resto ele faz sozinho, basta que lhe apareça um microfone à frente. Um fartote, uma barrigada de riso, o país a rir à gargalhada das argoladas que ele se encarregará de debitar da boca para fora de cada vez que resolver emitir opinião.

.....

As imagens, como bem se vê, provêm do blogue We Have Kaos in the Garden.

.....

E permitam que relembre: mais Murphy (e o Beckett a dizer Beckett) e, a seguir, Lagos, linda e azul, é já a seguir, é só rumar a sul (aqui no blogue, claro).

...

Desejo-vos, meus Caros Leitores, uma bela quinta-feira, com bom humor de preferência

....

6 comentários:

Vitor disse...

Muito Bem, estimada UJM !
Mais uma certeira flecha . . .
Melhores Cumprimentos
Vitor

Humberto Barbosa disse...

Caríssima UJM
Como disse Vitor, mais uma flecha certeira
Vai aqui o discurso de Sampaio da Nóvoa, meu candidato a PR desde o dia 10 de Julho de 2012.
https://youtu.be/3JwDeO9Pj6w

Desejo-lhe um bom dia de trabalhador e um bom fim de semana
Um abraço
HB

Anónimo disse...

Sobre Sampaio da Nóvoa, afigura-se-me um candidato credível e capaz de ganhar as eleições. Mesmo que só “entre” no espaço do Centro ao de leve, a acreditar que nalgumas almas opinantes(tenho algumas dúvidas, visto conhecer gente dessa área que gosta dele exactamente pela seriedade e cultura que demonstra e até por um certo afastamento da Política tradicional). Folgo em ver que Guterres saiu de cena, ou melhor, nunca chegou a entrar. Também nunca lhe perdoei o ter “abandonado barco”, só por ter perdido umas eleições autárquicas (Passos ficou, apesar disso). Quanto ao dito Professor alcoviteiro (da política), não vai lá. Nem com mais um mergulho no Tejo. Aquilo é um caso perdido. Relativamente a Rui Rio, Passos teria de engolir uns sapos para o apoiar, depois do que se passou no Porto, ao preferir essa extraordinária e caricata figura que é Luís Filipe Menezes ao actual Presidente de Câmara, que teve o apoio do CDS, se bem me recordo. Mas, enfim, depois de ter engolido tantas pantominices de Paulo Portas, esse artista de variedades (políticas), está bem preparado para engolir Rio. Rui Rio, como já numa outra ocasião tive oportunidade de dizer, não me inspira confiança nenhuma. É um autocrata. Um misto de D. Sebastião e Cavaco Silva. Um contabilista. Não tem perfil nem sensibilidade política, para tal cargo. Naturalmente que haverá gente, sempre, que se deixa seduzir por messianismos tipo Rui Rio, o homem sério, forreta, que vai salvar a pátria e com ela todos nós por junto. Mas, será gente, sobretudo, que vota, tradicionalmente, no PSD e CDS. É possível que consiga arrebanhar uns votos de eleitores do PS (vejo por exemplo Luís Amado, José Lello, etc preferir votar nele do que em Nóvoa, isto dentro do próprio PS), mas não ganhará a Sampaio da Nóvoa. E o resultado dessas eleições, que escorraçarão o reformado do BdP, actual inquilino de Belém, de uma vez por todas, para bem de nós todos, pode até vir a ter uma final como aquela entre Freitas e Soares. Confesso que não estou preocupado quanto a essas eleições. A Direita vai perder. Garantidamente. Já quanto às Legislativas, embora não duvide de uma vitória do PS, o problema é saber o que Costa vai fazer se não tiver uma maioria absoluta, que não terá seguramente. Se prefere uma coligação com a Direita e defrauda expectativas, ou faz o oposto. A ver vamos.
P.Rufino

Anónimo disse...

aos boss´s cá da terra - https://www.youtube.com/watch?v=KJxVRNNdgl4


bob marley

Anónimo disse...

Bom dia, UJM,

Pois eu não vou minimamente com a cara, a conversa e postura do Sampaio da Nóvoa, e percebo perfeitamente que os militantes do PS estejam de pé atrás em relação a ele. Ainda ontem o ouvi, acho que na sic noticias, e deu para perceber que é daqueles que consegue falar, falar, falar e não dizer nada. Carisma zero, e ideias muito fracas. Para o Marcelo já não há paciência, de facto, mas se a Manuela Ferreira Leite se candidatasse, acho que votava nela. Até a prefiro ao Rui Rio, que me parece ter mais perfil para PM.

Um ótimo feriado,
JV

Anónimo disse...

Este texto que aqui reproduzo, ou foi em tempos aqui publicado por uma comentadora, ou retirei-o de um outro Blogue, já não sei. Não importa, aqui fica o registo:

"Manuela Ferreira Leite, quando Ministra das Finanças, para enganar a UE, arrebanhou o fundo de pensões dos CTT, no qual estavam inseridos 2 prédios - 1 na Av. da Republica em Lisboa e outro em Coimbra - foi intermediário dela um fulano chamado Ruy Oliveira (?) entretanto desaparecido. O PRÉDIO de Coimbra foi vendido de manhã por um valor reduzido e revendido no mesmo dia pelo triplo do valor. Vários acusados, entre eles o honorável Horta e Costa. levaram mais de 5 anos a ser julgado e ficaram todos inocentados.
Nova tropelia da Senhora para o PIB ser de 3%:
Vendeu as dividas do Fisco e da Segurança Social ao CITY GROUP. recebendo 1 Euro por cada 5 - e além dos juros elevados ainda ficámos com a obrigação de fazer a cobrança dos incobráveis. Esta divida foi herdada por Sócrates, quando o CITY GROUP estava quase a falir e exigiu o pagamento em 2010. E a UE exigiu que todas as dividas fossem reunidas numa só.
Quando saiu do Governo, não cumpriu o período de Nojo e foi logo para Administradora do SANTANDER, a quem, tinha perdoado a divida respeitante à aquisição do Totta. Se juntar esta divida à herdada do Guterres que mandou 2 barcos carregados de dinheiro para pagar os salários a todos os Timorenses, que não votavam se não lhes pagassem ( a Indonésia deixou de pagar). Tudo muito bem. Os AUSTRALIANOS FICARAM A EXPLORAR O PETRÓLEO. Assim a divida atingiu os 94 mil milhões de Euros. Estava a Senhora muito bem da vida, com o alto salário a juntar as 2 reformas e uma pensão vitalicia por ter trabalhado 5 anos no Banco de Portugal, quando o Cavaco lhe exigiu que se candidatasse a Presidente do PSD por pensar que ela ganharia as eleições em 3 tempos. Ainda levou como candidato o HOMEM DA MALA ANTÓNIO PRETO que estava a ser julgado por peculato e outras coisas do género. Eleito deputado o Preto viu o seu julgamento adiado SINE DIE.Porque o braço armado do PSD na Justiça é inexorável."
P.Rufino