Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, abril 30, 2015

Mário Centeno na TVI - não há pai para ele, é o que vos digo


Ligámos a televisão estava o programa a meio ou mais do que isso. Paulo Magalhães mediava um debate entre Mário Centeno, Carlos Carvalhas e Luís Pais Antunes. E uma coisa vos digo: não é costume termos na televisão uma pessoa tão bem preparada, com um tão elevado sentido didáctico aliado a uma simpatia natural e boa educação.


Mário Centeno deu um baile nos outros... Por muito que os outros quisessem levar o assunto para campos banais, plantações de clichés, de lutas antigas e de argumentos gastos, ele manteve-se na dele, na boa, e, com ar inocente, varreu o terreiro a varapau... sempre com uns modos cordatos, sorridente, seguro das suas razões.

Se há personalidade que se esteja a destacar neste campo cinzento e desinteressante em que se tem vindo a tornar a política portuguesa e que esteja a aumentar a credibilidade do PS perante a opinião pública, é seguramente Mário Centeno.

Não fala de cor, não vai atrás de argumentações fáceis: com serenidade, explica o que se passa, faz um enquadramento geral e remata à baliza. Boa. Bela cartada esta do António Costa ao ter ido desencantar este senhor e ter-lhe dado tamanha visibilidade. É que, ainda por cima, tem boa pinta, é simpático. E está a mudar a forma como se fala de economia e política em Portugal.


PS: Enquanto escrevo, estou a ouvir a Manuela Ferreira Leite na TVI, uma vez mais a dar um tareão no PSD, nomeadamente por causa da proposta estapafúrdia do Marco António Costa de mandar auditar as medidas apresentadas pelo grupo liderado por Mário Centeno por parte Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) o que, segundo ela, até revela falta de respeito pelas instituições públicas (e, diz ela, se a Teodora Cardoso não se atirou ao ar é porque não percebeu bem a coisa). Que tareão! Daqui a nada até o Paulo Magalhães paga por tabela, já que ela não tem ali o Marco António para o esbofetear à bruta como está na cara que é o que lhe apetece fazer.


2 comentários:

Vitor disse...

Mais uma certeira flecha !
E, atento à coluna da direita . . . está mesmo quase, estimada UJM .
Melhores Cumprimentos
Vitor

Rui Vieira disse...

Finalmente um profissional sabedor ,competente e com uma visão certa e actual para o nosso pais. O que é ridículo é ouvir os políticos dizerem que o apresentado não é a Bíblia nem os autores são os apóstolos. Exactamente por termos que ser governados por incompetentes políticos é que chagamos onde chegamos. Deus queira que este homem vai para ministro e possa ter a liberdade e poder de aplicar o seu saber. Se o Vitinho o fez ao menos agora podíamos ter a sorte de alguém com bom senso a aplicar a teoria acertada para Portugal