Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, fevereiro 12, 2015

Entrevista a um sonhador. Ou a um matador. Ou a uma sonhadora. Ou a uma matadora.


No post abaixo já dei conta de piadas que recebi por mail. Cansada como estou, chegada tarde a casa depois de dois dias extenuantes, foi com alegria que li os mails que tinha à minha espera. Alguns desses mails continham anedotas e foi de bom grado que as dei a conhecer, rindo-me enquanto escolhia imagens que as ilustrassem.

Como infelizmente é frequente, não consigo agradecer e responder aos mails mas saibam que muito vos agradeço.

Mas, enfim, sobre a Noémia, o homem traidor e o ginecologista falo no post a seguir. Aqui, agora, a conversa é outra.




(...)

diga eu da superfície de um lago de sossego
em que a lua mergulha e uma brisa mais tensa
ressoa nos pinheiros, percorre a habitação
e traz em seus harpejos o eco de um soluço.

tornou-se este lugar a pedra da violência
onde se calam a voz, a luz, os sons da terra,
e tudo se entrechoca e tudo se fragmenta
e as quadrigas do tempo não poderão deter-se

e então é que eu escrevo desde esta realidade
esperando da escrita que pelo menos sirva
para espelhá-la em suas nuvens altas
e nas sombras que crescem até ao teu olhar




Gostava que alguém me fizesse as perguntas que vou escrever a seguir para eu ter o pretexto de me descobrir. E, se eu entrevistasse alguém que eu achasse que é um sonhador, também gostaria de conhecer as suas respostas a estas perguntas.


1. Nasce-se sonhador ou pode tornar-se um?

2. Conte-me um sonho de que se lembre. Talvez não o primeiro mas, sim, um muito recente.

3. O seu pai também era um sonhador? Quais as diferenças entre você e o seu pai?

4. Que relação tem com a vaidade?

5. Gostava de não ser um sonhador? É como gostava de ser?

6. O que diria ao seu filho (se o tiver ou tivesse) se ele fosse um sonhador?

7. Qual o seu maior medo?

8. Como é a sua relação com as pessoas que admira? Se a pergunta for muito genérica, personalize.


___



Se eu não estivesse tão sem energia como estou, responderia. Talvez um dia destes responda. 

Mas os meus leitores que o queiram são, naturalmente, livres de o fazer. Gostava de vos conhecer. Se não forem sonhadores, substituam os sonhos pelo que for. Bolos, por exemplo, para os que são mais bolos. 
____


Jose Maria Manzanares já se vos antecipou. Não é sonhador mas sim matador. Talvez vá dar no mesmo. E é tão matador que prestar atenção à sua dança escandalosa é quase pecado.




E aqui estão as respostas às perguntas (não são exactamente as mesmas mas são idênticas, mais coisa menos coisa)

Campanha Primavera/Verão 2015 Dolce & Gabbana - Entrevista com José Maria Manzanares


[O matador espanhol José Maria Manzanares - um dos protagonistas da campanha publicitária Primavera/Verão 2015 da Dolce & Gabbana  - fala da sua vida, amor e da arte espanhola que é a sua profissão]




____


A poesia no início é um excerto do poema 'o espelho' de Vasco Graça Moura in 'O caderno da casa das nuvens'.

As fotografias mostram José Maria Manzanares e Kate Moss fotografados por Mario Testino para a Vogue.

____

Relembro que a seguir há drama, acaso, vingança. E sexo. E humor. 

E já sabem: as vossas respostas à minha entrevista são muito bem vindas.

____

Desejo-vos, meus Caros Leitores, uma bela quinta-feira.


Sem comentários: