Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, dezembro 10, 2014

Melhor sexo? Gloriosos beijos? - A Drª UJM, sexóloga honoris causa, dá umas aulinhas para que a época natalícia que se avizinha seja uma festa


No post abaixo já descrevi a cena dos primos Espíritos, o Zé Maria e o Ricardo, no Parlamento, a serem sujeitos a interrogatório cerrado e tortura do sono e da fome às mãos da implacável dupla Meireles & Mortágua. E mostrei o vídeo do Odim a arrancar a roupa da Cristiana com os dentes porque acho mais graça à Casa dos Segredos do que à Comissão Parlamentar (e, cá para mim, a utilidade prática de ambas as transmissões é a mesma).

Mas, enfim, isso é a seguir. Aqui, agora, a conversa é outra. 

Altura de apertar os cintos. Dentro de segundos vamos descolar.

Muito bem. *Está na altura de nos prepararmos para o período festivo que está prestes a dar as caras e aqui a Santa UJM não quer que falte nada aos seus Leitores. 


A esta hora devem andar a pensar: o que é que hei-de dar ao meu namorado que é tão intelectual que nem sei como não ficar mal perto dele? Ou: como é que vou surpreender a minha mulher que é tão prendada e boa rapariga? Ou: que agradinho hei-de eu fazer ao meu amante que adora o Láparo e só gosta de livros do pseudo-economista José Gomes Ferreira?

Ora bem. Não é fácil se só pensarmos em soluções convencionais. Mas não é forçoso. Está, pois, na hora de pôr a imaginação a funcionar e seguir por caminhos alternativos.


1. Porque não surpreendê-l@ com umas aulas teórico/práticas de sexo? Aprendam comigo e depois façam de conta que é tudo sabedoria da vossa parte.



1.1. Nelas, não é que saltos rasos sejam sexy. Não são lá muito. Nada como um saltinho alto. Mas, atenção, parece que algumas alturas desregulam a orientação pélvica e prejudicam a obtenção de orgasmos de qualidade por parte das mulheres. Imagino que atingir o ponto G, então, de saltinho hiper-alto, seja quase impossível - até porque pode dar em trambolhão. Por isso, nada de abusar na altura dos sapatos. Temos pena.


1.2. A hidratação é essencial. Nada de se pôrem a caminho esgalgados de sede. Um corpinho hidratado é um corpinho lubrificado e o jeito que isso dá. Mas convém não exagerar. Encher-se de água até ao gargalo pode ser incómodo na hora, Olha, 'pera aí, ai, tenho que ir ali... Ui. 


1.3. Ao contrário do que se possa pensar, beber bebidas alcoólicas não é do melhor que há. À primeira vista pode provocar alguma desinibição mas a verdade é que desidrata e a desidratação não é boa para ninguém: às mulheres escuso de dizer a chatice que são as securas mas, atenção, aos homens pode provocar disfunção eréctil. Tanta alegria, tanta conversa e, na hora, upssss..., acontece, pronto, fica para a próxima.


1.4. E usar umas peúguitas? Não...? Não é sexy? Fazer amor todo nu e de meias...?

Pois. Eu diria que as meias não fazem falta nenhuma mas os estudos demonstram que pés frios é do mais desaconselhável que há. 

Quem esteja com frio e atrapalhado para atingir um orgasmo, vai ver a vida correr melhor se calçar um soquete. E, na hora, se calhar até pode ser daqueles de turco branco com umas raquetes, ninguém deve reparar.


1.5. Palavrinhas simpáticas são do melhor que há, pensamentos positivos, galanteios, cortesias, ais és tão lindo, por exemplo. 

Dizem que a mulher estará mais à vontade para dizer palavrinhas de incentivo se tiver ela própria confiança nos seus genitais. Por isso, cara Leitora, se não tem passe a ter, confie que, na hora, vai tudo correr bem e seduza, corteje, arrase. 

Sem medo.


1.6. É sabido que, para a coisa correr bem, tem a mulher que estar para aí virada

Ora a mulher fica mais entusiasmada se puder praticar várias loucuras, ou, pelo menos, pensar que, se quiser, as pode fazer. Ou seja, Cara Leitora, vá nessa, solte a franga. 

E você, meu Caro Leitor, nada de moralismos parvos, deixe a sua companheira ser uma louca, deixe-a ousar, aprecie as ousadias, não se acanhe.

.
E, se não acredita nos meus conselhos, confira, por favor:


6 Sex Hacks for Better Sex






2. Mas, para começar, nada como um bom beijo. Presumo que toda a gente saiba dar um belo beijo mas, para os envergonhados ou atrapalhados, aqui vão algumas dicas. E, para os que não têm com quem praticar, os conselhos vão na mesma para que, quando surgir a oportunidade (e vai surgir!), tenham a escola toda.




2.1. Para começar, o contacto visual é essencial. Parte do prazer erótico nasce daí, do olhar. Olhos nos olhos, sugestão, olhar para a boca, depois para os olhos, até que esteja claro que ambos querem, até que as hormonas comecem a soltar-se.


2..2. Nessa altura, força. Aproximação em grande estilo, com convicção. Geralmente as pessoas inclinam-se e parece que se inclinam para o lado em que as mães também as amamentavam mas, stop, não é altura de pensar na mamãe.


2.3. Então feche os olhos, deixe que a coisa produza o seu efeito e que nada sirva de distracção, nada, que o oxigénio galope nas artérias, que o coração se inflame.


2.4. E que dure, e que todas as ramificações nervosas transportem o amor, o desejo, tudo. Pressão e calor, beijos acalorados, abraços a preceito até se perceber se já chega ou se vamos mas é a isso antes que se faça tarde.



Tudo isto é comprovado e explicado cientificamente, mas acho que nem vale a pena ir por aí, pode ser testado experimentando - e muitas vezes para ter a certeza de que a teoria não falha.

The Scientifically Best Way To Kiss



___

Pronto, por hoje a aula fica por aqui mas pode ser que um dia destes haja mais.

-----

* Este post foi-me sugerido depois de ver os dois vídeos acima que o YouTube me sugeriu. Lá está: tal o calibre do que costumo escrever que o algoritmo da Google acha que eu é mesmo sexo, arte, humor e música clássica. E o algoritmo é que sabe: quem sou eu para o contrariar? Qual romeira, respondo: ninguém.
____

Relembro que para verem os primos betinhos a serem fustigados pelas dupla de dominatrixes Mortágua y Meireles é favor descerem até ao post seguinte onde receberão de bónus um número especial: Odin a despir a Cristiana com os dentes.
____


Desejo-vos, meus Caros Leitores, uma boa quarta-feira e que o espírito festivo desça em vós.

...

4 comentários:

FIRME disse...

Bom dia,melhoras e votos de boa disposição...Aproveito a opurtunidade para desmentir ,que temos 69 maneiras de praticar o ato em análise,já que a sexagésima nona,não passa duma limpesa de utensílios prá oputunidade seguinte...

Anónimo disse...

Cara UJM,
Tomei devida nota! Só não usarei meias, sobretudo brancas. Mas, nada tenho contra os saltos altos em sapato preto, nelas, desde que não atrapalhem (ou ainda me venham a magoar, sabe-se lá onde!).
Ontem mandaram-me uma a propósito do caso das Legionelas tendo em vista o sexo oral após consulta à DGS. Mas, não dá para aqui contar. Bem me ri!
E hoje assisti, quando vinha de comboio de Cascais para Lisboa, viagem que aprecio sempre que posso, sempre se vê o mar ou lê um pouco, a um daqueles beijos entre 2 jovens, sentado num banco mais adiante, que nunca mais acabava. Durou duas estações, é obra!
P.Rufino

Fernando Ribeiro disse...

Que mal é que têm os livros de José Gomes Ferreira? Estou a referir-me ao poeta, bem entendido, porque quanto ao outro (cala-te, boca)...

Pois é verdade. Quando li a sua referência aos livros do José Gomes Ferreira, foi do poeta que eu me lembrei imediatamente, e não do "economista" ou lá o que é que ele é. Eu não sou do PCP, nem nunca fui, mas confesso que o livro "O Mundo dos Outros - Histórias e Vagabundagens", do Gomes Ferreira poeta, teve uma importância enorme na minha formação, quando o li na pré-adolescência.

Mudando de assunto: se quiser aderir à Igreja Ortodoxa Russa, esteja á vontade... http://www.redeangola.info/membros-da-igreja-ortodoxa-russa-posam-nus-para-calendario/.

Um Jeito Manso disse...

Fernando Ribeiro, bom dia,

Quando li a sua referência aos livros de José Gomes Ferreira percebi que deveria ter sido explícita e, por isso, fui logo a correr clarificar a qual dos dois me referia. Fez muito bem em alertar pois durante a minha juventude muito saboreei a poesia dele (do de boa cepa) e tenho aqui uma bom conjuntinho de livros de sua autoria.

Mas eu referia-me ao autor de best-sellers que ensinam a governar bem o país. Quem ler os livros dele pode ser directamente empossado pelo Presidente Cavaco para formar governo, nem precisa de passar pela formalidade das eleições.

Quanto à Igreja Ortodoxa, certamente que aderirei. Se tem membros da comunidade tão generosos só pode ser uma boa religião. Mais logo à noite tentarei investigar.

Muito obrigada!