Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, dezembro 10, 2014

Ricardo e Zé Maria, os primos Espíritos, foram lavar roupa suja junto das lavadeiras da Assembleia da República. E eu volto a confessar as minhas dúvidas: mas a quem aproveita isto?


O tema, é bom de ver, é a Comissão de Inquérito relativa à queda do império Espírito Santo. Ouvi uns bocados no carro, vi há bocado na televisão e, deve ser porque sou muito destituída, não percebo o que é aquilo, ou seja, para que serve. Será só para dar canal? Para deixar papagaios e comentadores à beira de um frissonzinho agudo, tal a emoção? Para despertar o grande moralista que existe dentro do Ricardo Costa, que o Salgado nem um assomo de arrependimento e tal


Para que é aquilo tudo, alguém me diz?

Ali estão aquelas almas, horas a fio, a Cecília Meireles vestida de preceptora inglesa, golinha alta de rendinhas com fitinha preta, ar de mazona, a interrogar, Mas não sabia? Mas como é que achou que não se ia saber e mais não sei o quê? 

Ou o gato do PCP, aquele Miguel Tiago, um charminho (mas que tem cuidado para não se deixar engordar senão vira um bolachudo), que não, não quer ser banqueiro, que não, não está com pena dos grandes investidores e, senhor presidente, se arranjar cópia da carta para o nosso espólio, seria bom.

E a mana Mortágua, sempre fria e eficaz, mas era importante saber a data para perceber se o banco de Portugal já sabia ou, insensível, fulminante: pode refazer outra vez o balanço? e o primo Ricciardi, de novo menino da escola, com medo de levar umas palmatoadas da instrutora Mortágua, ali, de cabeça, ora o activo era tanto e o resultado era tanto e, portanto, tralala tralala e ela ali de tocaia, seca, impassível, à espera que ele se espalhe.

E o primo Ricardo, qual dono disto tudo, qual carapuça, e sempre num tom todo frio, mordaz, que o primo Zé Maria algumas contrapartidas deve ter tido para se andar a chibar tanto lá para o Banco de Portugal - e o primo Zé Maria, ofendido com o Ricardinho, que infâmia primo!


E os deputados interrogam e, em segunda fila, umas senhoras tomam nota e não faço ideia de quem sejam. Serão jornalistas? Estenógrafas? Simples cuscas que se plantaram ali?

E, depois disto tudo, o que é que se conclui? Que o primo Ricardo era um implacável banqueiro que um dia perdeu o pé? Que o primo Zé Maria é um bacano que não podia fazer mais porque não sabia o que lá se passava? Que o inerte Carlos Costa não verbaliza o que lhe vai na alma, tem medo de pôr o pé em ramo verde e por isso pede opiniões, pede explicações e deixa que o céu lhe caia em cima para depois concluir que olha, caíu? Que o Pedro é um casca grossa, devolveu a carta e disse que se estava nas tintas para o BES, o GES e o escambau?


So what?

Sabe-se isso tudo e depois faz-se o quê com essa informação? Um relatório? E depois do relatório estar feito, acontece o quê? Directinhos para a preventiva, os dois primos na mesma cela? Ou apenas orelhas de burro e de castigo, virados para a parede, com a Meireles a dar-lhes açoites e a Mortágua a comandar?

Nada.

Ora abóbora, que inutilidade.



A mim aquilo parece-me um reality show e, reality show por reality show, acho mais piada à Casa dos Segredos onde a Cristiana confessa que foi para a cama com dezenas de jogadores de futebol porque acha que tem pinta de mulher de jogador de futebol.

:::

Vídeo de um dos que deve ter sido um momento alto da Casa dos Segredos: 

Odin despe Cristiana com os Dentes na Secret Story 5




....

A ver se para a próxima arranjam números destes na Comissão de Inquérito: a Meireles a arrancar a verdade toda aos primos Espíriros, Ricky e Zé Maria. Mas com os dentes.

----

3 comentários:

Anónimo disse...

Estas declarações da rapaziada do BES na Comissão Parlamentar da A.R pouco interesse revestem, para além do mediático. O que interessa, do ponto de vista processual, é o que esses figurões dirão perante a Justiça, ou seja, diante do Ministério Público e do Juiz de Instrução Criminal. Pode ser que o Tribunal, ou investigadores deste Processo, encontrem declarações que interessem ao inquérito sobre o caso BES e nesse sentido venham a requerer as actas do inquérito da A.R. Tenho dúvidas, pois não fazem fé em juízo, em princípio, visto uma coisa é terem sido feitas perante uns tantos Deputados, sem acompanhamento de advogado, o que retira desde logo credibilidade jurídica às mesmas, outra perante Magistrados e aí sim a presença de um advogado (mesmo que não possa pronunciar-se, mas pode aconselhar previamente e registar o procedimento dos magistrados que conduzem os interrogatórios), que então sim têm validade legal e jurídica.
Daí que não perca tempo a ouvir as diatribes dos meninos do BES, tudo boa gente e trabalhadora, como dizia o Salgado. Acredito que trabalhasse e muito, mas para ele, a família, os seus interesses e contra tudo e todos, sobretudo os accionistas mais pequenos.
Ao menos essas tipinhas dos Segredos, sempre têm algo para mostrar e revelar mais interessante: pernas, peitos, sorrisos e histórias eróticas. E não pretendem dar-nos lições de moral. Ora bem!
P.Rufino

FIRME disse...

Quando ao fim da primeira audição,se nota o frenesim dos,comentadores sic,económico,tsf tenho acerteza que isto vai dar grande burburinho...APOSTAM UMA BOJECA,do pires bock lima? A POPOTA da justiça,abriu as válvulas de segurança em CASTELO DO BODE...A enxurrada vem mesmo!!!O Eng.preso 44,não pode dar uma achega,mas vai aparecer gente ,até agora amerdada de medo que porá a boca no trombone !Há o dinheirinho ,evaporado pelas brisas que de África sopravam,mas estão a ficar sem rede...As Babas dum granadeiro serão demasiadas,para serem enxutas por Mosquitos que vão zunir em decibéis insuportáveis.Por muito controlinveste,que já se nota por tudo o que é parlante,escriturário,por essas gaiolas abertas ,isto trará muito entulho ao TERREIRO DO PAÇO! Resta o correio da manha(sem til) para resguardar as passadeiras enxarcadas,extendido pra os finórios não molharem os delicados sapatinhos...do Natal dos seus meninos tadinhos !!!O dinheiro salgadinho como presunto,não fará bem á saúde destes FIGURÕES...

Anónimo disse...

Aproveita aos comentadores de serviço que têm muito tempo de antena para debitar as suas iluminadas opiniões. É ver o josé gomes ferreira que quando aparece incha como um perú. Este se crence mais um pouco vira anão.
MCarmoMarcos