Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

terça-feira, novembro 18, 2014

Uma questão de fé (ou as freiras sem gasolina). E a freira pervertida.


No post abaixo pedi desculpas a vários Leitores de Um Jeito Manso. Já estou quase como o Macedo - não tive culpa, a responsabilidade não foi minha, etc e tal, mas, nestas coisas, a responsabilidade é sempre um bocado nossa - embora não leve a coisa tão longe, ou seja, não me demito. Mas, de qualquer maneira, junto com a explicação, fica registado ao meu pedido de desculpas.

Mas isso é a seguir. Aqui, agora, a conversa é outra: humor de novo, chegado pela mão de uma Leitora cujos mails, felizmente, o google não catalogou como promoção ou sociais.

----


Duas freiras iam mudar de Convento, e para isso carregaram todas as suas coisas no carro que lhes emprestaram, um velho Fiat 600. 




No meio da viagem, o carro pára por falta de gasolina. 

O que fazer, Irmã?, e agora, Deus meu, o que fazer? - perguntavam-se entre elas.

Atarantadas, resolveram que tinham que sair da enrascada. 

- Irmã, vá à bomba lá atrás, naquela cidade onde nos tiraram a fotografia, vá e compre gasolina, vá que só lhe faz bem a ver se perde essa barriga, disse a mais velha à mais gorda.

- Ou vou, Irmã, mas trago a gasolina onde?

Puseram-se as três à procuram de um recipiente até que, no meio das suas coisas, encontram um bacio. 

A freira mais gorda lá foi, estrada fora. Quando lá chegou, encheu o bacio e voltou com muito cuidado.

Quando estavam as três agarradas ao bacio a tentar verter o líquido para o depósito, passou um camionista que, vendo a cena, não resistiu a apitar e a gritar pela janela: 

- Isso é que é Fé, Irmãzinhas, isso é que é Fé...!

____



E agora, de minha lavra, um inocente vídeo protagonizado por uma inocente e idosa freirinha.


Depois de abençoar os transeuntes com quem se cruza, uma freira deixa cair da sua bíblia umas fotografias altamente comprometedoras.



___


E agora, aos Caros Leitores que estejam um bocado aborrecidos comigo, peço que aceitem, por favor, as minhas desculpas no post abaixo.

...

Sem comentários: