Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, novembro 19, 2014

Quem é Anabela Rodrigues, a nova ministra da Administração Interna? Qual o seu CV? ...E a coisa irá correr bem...? Ou seja: entre a loura e a morena, ambas da área do Direito, para que lado balançará o coração de Passos Coelho?


Ora bem. No post abaixo dei-vos conta da carga de trabalhos que foi para Passos Coelho arranjar um substituto para Miguel Macedo.  Não foi fácil. Como ali se pode ler, dos que ele tinha em mente, ninguém quis.

Uma loura e uma morena lutam na lama
(futurologia, claro)


Até que, de cabeça à nora e sem saber a que porta bater, o Aguiar Tinto (sorry: Branco) lhe sugeriu Anabela Rodrigues, professora com um belíssimo currículo na área académica.


Anabela Rodrigues, a nova Ministra da Administração Interna



Mas vamos com o Marco Paulo, que vamos bem acompanhados




A jurista morena do governo do PC


A professora universitária de Coimbra, onde nasceu a 5 de dezembro de 1953, é docente de Direito e Processo Penal, doutorada em Ciências Jurídico-Criminais, e na sua carreira assumiu funções como presidente da Comissão para a Reforma do Sistema de Execução de Penas e Medidas e também da Comissão de Reforma da Legislação sobre o Processo Tutelar Educativo. Tem várias publicações nestas matérias.


Curriculum Vitae completo de Anabela Rodrigues aqui.


Vinha no carro e ouvi dizer isso mesmo, que o CV de Anabela Rodrigues - a poucos dias de completar 61 anos, bonita, bom ar - é muito bom, que acabou o curso com uma boa nota, que tem feito trabalhos e estudos e que a carreira académica é exemplar. Muito bem.


Contudo, do que percebi, não tem experiência política nem actuação que se conheça fora da sua área de estudo. Ora isso parece-me um problema na pasta para que vai.

A rapariga que está na recepção do piso em que trabalho tem um um CV fantástico: o que ela sabe fazer, a sua maneira de ser e as boas referências dos sítios por onde passou são invejáveis, não há quem não o reconheça. Mas como recepcionista. Extrapolar que, se o CV e as referências são inatacáveis, então daria certamente uma boa MAI, vai uma grande distância.

Pôr Anabela Rodrigues a gerir polícias, guardas republicanos, bombeiros e respectivas reivindicações, polícias de fronteiras, alguns dados a esquemas e sei lá a que mais, deve ser, para ela, uma realidade paralela.

No entanto, pode ser que nos surpreenda até porque pode ser que aquela malta, no princípio, tenha uma certa deferência para com ela, até por ser mulher e inexperiente (e como também a coisa não é para durar mais que uns meses, pode ser que não dê tempo a azedar de vez).

Paula Teixeira da Cruz, a loura do governo do PC


Agora onde me parece que a porca vai mesmo torcer o rabo é nos conselhos de ministros, no confronto com a Loura da Cruz. Sendo jurista de formação e tendo uma vida profissional em torno do direito, nomeadamente direito penal, palpita-me que a Anabela (Belinha para a família?) vai bater de frente com a outra destravada. Ouvi que a nova MAI é reservada. Ora, sendo inteligente e reservada, tem tudo para ouvir petrificada e em silêncio as aberrações que a outra profere para, a seguir, a frio, lhe aplicar estocadas fatais.

Portanto, a ver se a corda não vai partir mais cedo, não por causa dos homens fardados que costumam ser cavalheiros e estão habituados a ser pacientes nos primeiros momentos, mas por causa das refregas que se adivinham entre a loura e a morena.

Aliás, pode até acontecer que o putativo barítono, quando as duas se pegarem à estalada e ao puxão de cabelos, não sabendo o que fazer, se ponha a cantar 'Eu tenho dois amores...'

Tirando isso, desejo muita sorte à nova ministra. A sério.

[Nem ela sabe no que se veio meter mas isso é outra coisa: é apenas a primeira manifestação da sua inexperiência]

___

A coisa pode acabar assim: Paulinha versus Belinha (a Loura vs a Morena)



Casey vs Khadija (Blonde vs Brunette)


....

4 comentários:

Humberto Barbosa disse...

Olá UJM
De facto o humor ajuda-nos a aturar esta escumalha que nos (des ) governa, espero que por pouco tempo.
Obrigado por me fazer rir a bandeiras despregadas com os seus sérios e hilariantes comentários e vídeos .
O da Casey vs Khadija - Blonde vs Brunette é um mimo !!!!
Tenha uma boa noite e tudo de bom
H.Barbosa

FIRME disse...

Eu também li as várias hipóteses...confesso que não acertava ! Lembrei-me da ANA BOLA COM AQUELE JEITO,DE LIDAR COM MINISTROS...talvez fosse boa ideia ! Fica prá próxima.Vou telefonar ao ZÉ PEDRO para lhe mandar pintar o cabelo...Enriquece-lhe o C.V.! Meu respeito por essa grande atriz...a sério !

Anónimo disse...

Enfim, a Senhora pode ser uma excelente jurista, ao que parece, mas perfil para a pasta tenho dúvidas, sobretudo tendo em conta que estava em cima da mesa, como pendentes, dossiers de carreiras de alguns profissionais da Polícia. O que me leva a pensar que os políticos se estão completamenta nas tintas para esse tipo de assuntos, que são da maior relevância para os profissionais em causa. O Tinto sugere a senhora, o Láparo aceita, o Irrevogável está fora e não conta, um pobre diabo, e entretanto os tais dossiers ficam em banho maria ou volta tudo à estaca zero. A não ser que o Macedo tenha deixado algumas indicações. Não é certo, tal a velocidade em que desapareceu. E assim se lixam os desgraçados que estavam a negociar as suas carreiras. Oxalá me engane.
P.Rufino

Humberto Barbosa disse...

Anabela Rodrigues (nova ministra da Administração Interna), foi um dos nomes rejeitados em 2011 pelo Conselho Europeu para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.
O Conselho da Europa a primeira lista apresentada por Portugal, que integrava já o procurador-geral adjunto João Manuel da Silva Miguel e o professor e jurista Paulo Pinto de Albuquerque, assim como a professora Anabela Rodrigues.
Um abraço
H. Barbosa