Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

terça-feira, novembro 04, 2014

Mas afinal quem é Eva Cabral, a assessora de Passos Coelho que parece que lida melhor com gado do que com pessoas? Eu conto aquilo que sei. E mostro quem são os muitos outros que lhe fazem companhia no Gabinete do Primeiro-Ministro.



Tem-se falado muito do comportamento estranho de uma senhora do gabinete de Passos Coelho, uma assessora que dá pelo nome de Eva Cabral.



Irritadiça, prepotente, com falta de chá, falta de respeito, etc, as pessoas questionam-se: mas que gente é esta que trabalha com Passos Coelho? Mas será possível que de alto a baixo, tenham todos os mesmos tiques autoritários?

Ora bem, faço coro: quem é Eva Cabral, a indelicada assessora de Passos Coelho que anda nas bocas do mundo?


Pois não sei.

Apenas sei o que leio na net, incluindo na página do site do governo relativa às nomeações para o Gabinete de Passos Coelho. Vinda do Diário de Notícias (onde certamente terá prestado provas de lealdade a Passos Coelho já que a foi buscar para um lugar de estrita confiança) e lhe paga bem (3.565,90 € por mês), Eva Cabral é apenas uma das muitas pessoas que trabalha no gabinete de Passos Coelho. 


Não consigo perceber o que lá fará toda esta gente já que ainda há os ministros, os secretários de estado, e os respectivos gabinetes e já que ainda há um ministro-adjunto também carregadinho de secretários e secretários adjuntos e toda essa máquina que rodeia toda esta trupe. Além disso, parece que ainda contratam outsourcings e consultorias e sabe-se lá que mais. Mas assim visíveis a olho nu são estes os que trabalham no gabinete do primeiro-ministro (e a ver como me saio a colar imagens extraídas directamente do site do governo)


Será a uma coisa destas que ele dantes chamava gorduras?

Ora vejam, os meus Caros, este lindo exagero.








Caraças! Isto não é gordura, isto são potes de  enxúndia!

(Exceptuo destes epítetos as pessoas que trabalham a sério e que não têm culpa nenhuma do chefe que têm)


A ver se, com tempo, faço o somatório pois estou curiosa sobre quanto é que isto nos custa por ano. Brincadeira para quase dois milhões por ano, com certeza. Esta gente bem enganou quem votou nela. Chiça.

---


Uma perguntinha lateral se me ocorre: esta gente toda será tão bem educadinha como a Dona Eva? 

E quando ela diz que com gado as coisas lhe correm melhor, uma outra dúvida igualmente lateral se me ocorre: o coelho fará parte do gado com quem ela se entende bem? Ou o láparo também lhe faz saltar a tampa? 

....   ....


Já agora mais umas pequenas dúvidas: que pequenos génios são os que abaixo refiro para, com tão tenra idade, terem sido requisitados para o Gabinete do Primeiro Ministro e ganharem já tão bem?

  • Assessor Tiago Meneses Moutinho Macieirinha, 32 anos ----> 3.565,90 €
  • Adjunta Carla Sofia Botelho Lucas, 30 anos ----> 3.181,70 €
  • Adjunto Hugo de Melo Palma, 27 anos ----> 3.181,70 €
  • Adjunta Inês Isabel Carvoeiras de Matos, 30 anos ---->   3.181,70 €



Upa, upa, meus meninos. 

Em vez de chupa-chupas, foram presenteados com ordenadinhos mesmo bons, ó seus sortudinhos....! Nem têm vontadinha nenhuma de emigrar, não é? Ó meus ricos meninos.


___

10 comentários:

Anónimo disse...

Cara UJM,
Haveria mais histórias a contar...mas manda a "cautela" para não o fazer.
P.Rufino

Carlos Azevedo disse...

Fiz uma análise por conta própria em 2011: http://thecatscats.blogspot.co.uk/2011/08/uma-breve-analise-composicao-dos.html. Não há jornalistas que façam este trabalho? Parece que não.

Um Jeito Manso disse...

Olá P. Rufino,

Conte, conte...

Mude os nomes, invente bigodes para disfarçar mas conte....

Um bom dia!

Um Jeito Manso disse...

Olá Carlos Azevedo,

Pois, já lá estive a ver. Sabe que naquilo da preguiça acho que o Coelho tem razão. Preguiçosos mesmo, os jornalistas. Tanto que há para o deitar abaixo e não se dão ao trabalho.

Se eu tivesse tempo, só com material do site do governo e com o que vem no Diário da República deitava o Governo abaixo. Bem, se calhar estou a exagerar. Mas desmascarava, ridicularizava.

Por isso, totalmente de acordo consigo: que raio andam os jornalistas a fazer?

Anónimo disse...

olá ujm, nada como acrescentar um desenho com n.ºs para a malta perceber bem. Post´s como este, é serviço público

bob marley

Vitor disse...

MUITO BEM, estimada UJM !
Como já tive oportunidade de referir , em comentários a outros textos de sua autoria, mais um " post" que é verdadeiro Serviço Público .
Que Lista ! Quanta " gordura" !Verdadeiramente impressionante !
Quanto á muito MAL EDUCADA assessora, confrange e revolta !
O triste " pm" continua a não retirar ilações e abstem-se do procedimento, imediato, que DEVIA tomar !
Muito grato por têr "ouvido" a sua opinião sobre esta tristíssima demonstração de falta de educação e autoritarismo.
Melhores Cumprimentos
Vitor

Silenciosamente ouvindo... disse...

Pois é, alimentar toda essa gente à custa dos nossos impostos é fácil!!!
E querer cortar nos reformados e
funcionários públicos é também
fácil!!!
Este Governo vive de permanentes
mentiras!!! E a Oposição não "os
desmascara convenientemente" nem a
Comunicação Social que tem lã os seus
representantes(no Governo)...
Que pena o povo português ser tão
indiferente...
Bom post.
Bj.
Irene Alves


Anónimo disse...

com o total e as médias - https://docs.google.com/spreadsheets/d/1D13oT0E2VuKkA__s10UFjH-ztob0-PO_zrwA9nDiQe8/gviz/tq?tqx=out:html&tq&gid=2004617291


e o site onde aprendi a fazer isto com o Google Drive - http://acrl.ala.org/techconnect/?p=4001


bob marley

Anónimo disse...

vi agora , caso não apareça faça F5, actualiza a página

bob marley

Um Jeito Manso disse...

Bob Marley,

Excelente trabalho o seu. Mas tenho que dizer que o facto de o custo estar a 'cair' noutro sítio não elimina o custo em termos 'analíticos'.

Se as pessoas pertenciam a outro sítio e estão deslocadas no gabinete dele, provavelmente tiveram que ser substituidas.

Dizer que o custo é suportado pelo local de origem é um truque bem conhecido para camuflar os custos globais. Ou seja, faltam na sua folha os custos integrais das pessoas que lá trabalham.

Também vi que multiplicou por 12. Ora eu acho que deveria multiplicar por 14 pois tenho ideia que os subsídios já foram repostos.

Não é por nada, mas gosto que os números espelhem a realidade.

Seja como for, obrigada pelo fantástico contributo!