Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, maio 03, 2014

"Um homem de 39 anos morreu no Centro Hospitalar das Caldas da Rainha depois de ter sido transportado para a unidade numa ambulância dos bombeiros, por a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) estar parada por falta de médico." . Mais uma vítima mortal. Coisa pouca. Um pormenor. O que interessa é que se está a fazer a vontade aos mercados e à troika. Diz a Albuquerque que se fez mais nestes 3 anos que em 40 de democracia. Pois claro. Drama, drama é Portugal ter um governo como este.


Transcrevo do Público:

A vítima, adianta o Diário de Notícias, estava com hemorragias e a entrar em paragem cardiorrespiratória quando a mulher, enfermeira no mesmo centro hospitalar, contactou o 112. Porém, na segunda-feira, à hora a que foi feita a chamada, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) acabou por enviar uma ambulância dos bombeiros porque a VMER estava parada por não haver médico. Foi a própria enfermeira a iniciar as manobras de reanimação do marido.

O Centro Hospitalar das Caldas da Rainha confirmou, através de um comunicado, que “lamentavelmente, na manhã do dia 28 de Abril, a VMER das Caldas da Rainha esteve inoperacional por um período de cerca de duas horas, entre as 8h e as 10h, por falta de médico. O socorro e o transporte foram geridos pelo CODU [Centro de Orientação de Doentes Urgentes]. O utente chegou ao hospital transportado pelos bombeiros. O óbito foi confirmado já na urgência”.


Tinha 39 anos e não houve um médico que o assistisse quando estava em agonia.


Ainda em Abril tinha sido notícia que:

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo justificou nesta segunda-feira a inoperacionalidade da viatura de emergência de Évora, no domingo à noite, quando ocorreu um acidente com dois mortos, com "motivos de doença de um profissional escalado".

Desta vez as vítimas tinham 46 e 52 anos.

Dizer o quê?

Que nada já me espanta quando temos um Governo que vive alheado da população, para quem as consequências das suas medidas são coisa de somenos, que procura agradar a entidades externas mesmo que isso aconteça à custa das condições de vida e da própria vida dos seus concidadãos, que fez do embuste, do descaramento e dos atentados à inteligência dos eleitores um modo de vida.

Ainda agora mais um exemplo que enoja qualquer um: anunciam aumentos de impostos e depois, com a maior desfaçatez de que há memória, uma coisa que chega a ser boçal, dizem que não estão a aumentar impostos. Já nem é serem mentirosos: é serem descarados, primários, uma coisa anormal.

Gente sem vergonha. Sente sem piedade. Gente má, muito má.

Alguém nos livre desta peçonha.


Na 12ª avaliação da troika, Maria Luís Albuquerque e Paulo Portas


O que dizem, a forma como dizem, a forma como mentem puerilmente,
como fazem de nós parvos, como se marimbam para a vida das pessoas é chocante,
muito, muito chocante.
Não se suporta tamanha falta de respeito.


(fotografia Lusa/Mário Cruz)


5 comentários:

Anónimo disse...

Li, ouvi e chocou-me. Mais ainda me choca a insensibilidade de quem é politicamente responsável não ter uma palavra a dizer sobre este e outros similares incidentes. Já chegámos, quer-me parecer, ao país da insensibilidade total. As pessoas não contam para o governo. Somos apenas um nº de contribuinte. Nada mais. De um lado, o trio de trastes anuncia cortes travestidos de medidas de recurso fiscal e entretanto morre um cidadão e outros antes dele, nas circunstâncias que descreve e que foram noticiadas.
P.Rufino

Miguel disse...

Ler uma notícia destas no dia em que uma porta-voz do governo veio à televisão dizer que devíamos estar todos felizes com a avaliação positiva da Troika, é realmente repugnante.

Bob Marley disse...

já estou na fase que pode piorar - https://www.youtube.com/watch?v=dZyUWLW7kEI

Bob Marley disse...

lembra-se daquele tipo que fazia free solo, ora veja onde aprendeu-))) - https://www.youtube.com/watch?v=xAB9-VGIkzM

Bob Marley disse...

ainda há esperança - https://www.youtube.com/watch?v=CYveDEem5VA