Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, abril 30, 2014

Atenção! Atenção! Lovely Lídia is back e vem com a corda toda...! Aos abrigos!


Já aqui há tempo, Leitor atento me perguntava, em mail, que teria sido feito da fantástica Lídia. Que era mulher de muitas guerras e que estaria em missão noutra terra (ou noutro planeta, sabe-se lá), sosseguei-o eu.

Mas eis que a caixa de correio me volta a transbordar com as munições da guerrilheira Lovely Lídia. Não há outra como ela. As rajadas de fogo cruzado já se fazem ouvir.

Ora ele é o Pires de Lima, ora é o paizinho de estimação do dito, ora é o nouvel Conde de Farrobo, ora é o director de programação da RTP. Veio armada até aos dentes e danadinha para a briga. Cuidado com ela!

De entre o que recebi, permito-me transcrever o texto abaixo e, uma vez mais, informo que o que a Lovely Lidia, mulher maior e vacinada, diz é da responsabilidade dela pelo que elogios, aplausos, reclamações ou ralhetes é a ela que devem ser dirigidos que ela, seguramente, dará resposta à altura.


Atenção: abram alas para a Erva Venenosa





____


Mulher voltei e a luta continua. 

Lindos temas no blog, mudança de imagem maravilhosa. 

Parabéns o relato do 25 de ABRIL a que não assisti. Foi-me relatado por si e é como se  eu lá tivesse estado. Só ouvir Joan Baez cantar GRANDOLA VILA MORENA. já me encheu as medidas.

Ainda nada disse sobre o despedimento do meu amigo risonho, o Senhor CAO GUANGJING. da THREE GORGES, que foi deportado para os confins da China, por ter caído em tentação com o Catroga e seus muchachos

Conheci-o antes de partir, na Torre 3 das Amoreiras, pois tinha ligações com mon grand patron, que me encarregou de falar com ele. 


Soube que estava em negociações com o Horribilis Braga de Macedo para concessionar o Jardim Tropical nas traseiras do Palácio de Belém, (não sei se for concretizado!); até lhe sugeri ele concessionar o Palácio e ter como prémio o  casal MARIANI e o seu séquito. 

Entretanto o casal MARIANI que marcou a viagem para a China para 11 de Maio, por 10 dias, para a Maria comprar uns recuerdos e ver a Grande muralha do Camarada MAO do Durão. 

Os MARIANI devem ir lá desatar os nós das luvas. 

Je vous embrasse.

Colagem da autoria de Lídia, a Guerrilheira


___

Ora bem.

E seja bem vinda Lídia. A sua irreverência contém oxigénio.

.

2 comentários:

lidiasantos almeida sousa disse...

Só falta publicar a colagem do Palácio de Belém que o Senhor CAO admitia pedir ao Comité Central do Partido Comunista Chinês fazer a concessaõ por 100 anos, e eu sugeri-lhe que levaria como prémio o casal MARIANI e o seu séquito de 500 pessoas que lá trabalham desde cozinheiras,mordomos, motoristas vários, criadas de fora ou de dentro, dezenas de assessores inúteis, porque está sempre a pedir pareceres que são pagos pelo erário publico. Enfim uma cegada. Como dizia o outro é só fazer as contas mas a lista não consta do portal do PR dos que lá trabalham é secreta bem como os ordenados e mordomias. Pode publicar a colagem com o retrato do Senhor CAO. do Presidente da China pronto a habitar. muitos dos capangas que por aí vegetam. Um beijão para todos especialmente para o Rufino. que vou na minha próxima ida para PARIS convidar para irmos ao Caveau nas margens do Sena dançar a dança apache.

Anónimo disse...

Aqui já há uns tempos (ainda o menino Jorge Moreira da Silva – JMS - não tinha ascendido a ministro) , estava eu a almoçar, com outras pessoas, num restaurante ali ao lado do Palácio do PR Mariani, que tem um boneco gorducho á porta, quando vemos uma malta catita a vir dali de Belém, muito pressurosos, a falar aos segredinhos, muito risonhos. E o dito JMS também lá estava. E vi também, um rapazinho, que conhecia, que para lá (Belém) tinha ido como assessor, a sair do grande Palácio de Belém, numa limousine do Estado, ar importante, sentado com as suas traseiras, nas traseiras interiores da viatura. Depois soube que aquilo por ali, em Belém é uma fartura de gente a servir os Maranis. Muito acima dos anteriores Inquilinos. Enfim, nada que choque o casal Massamá, no que ás despesas de Belém respeite.
Quanto aos chineses, para além de estarem por cá, cada vez mais em força, marcam presença também em Angola, seguindo de perto o que nós portugueses por ali andamos a fazer. Muita atenção.
Quanto a danças, já uma vez, no Canadá, fui solicitado para uma dança um tanto ou quanto “estranha”, onde só faltava a pena na cabeça, com gente divertida, alguns de origem, julgo eu, indígena e até mista de asiática. Tenho sempre, nessas ocasiões, até porque as pessoas tendem a entusiasmar-se com o balanço da coisa (o que é, por vezes, o Diabo!), um tremendíssimo cuidado em não pisar o meu par e todos os que se encontram nas proximidades imediatas ou cerca, dos meus descuidadíssimos pés, o que nem sempre é fácil. Agora, uma cena no Sena, já é outra coisa! Levaria a sério.
P.Rufino