Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, fevereiro 13, 2014

Manuela Ferreira Leite acha que a malta deste governo é toda atrasada mental, só pode... Uma pessoa ouve-a e convence-se que está a ser governada por débeis mentais ou por delinquentes.


Acabei de ver Manuela Ferreira Leite na TVI com o Paulo Magalhães e quase fico com pena dos palermas de quem ela falou. Quase. Mas claro que não fico. Ficaria se fossem palermas inofensivos mas são o contrário: do mais ofensivo e nefasto que há. 


Um por um, ela arrasou todos aqueles de quem se falou esta semana. Mas fê-lo de uma forma, mostrando tal desprezo, tal incompreensão pelo que fazem, que só pode achar que não são bons da cabeça.

E eu já nem isso consigo fazer. Ganhei-lhes tal repulsa que já nem consigo falar de tal cambada. Ou são malfeitores ou são burros dementes ou nem sei.

Tudo o que fazem é uma aberração. E são descarados, aldrabões sem vergonha, uma coisa sem explicação. Só fazem porcaria e gabam-se do que fazem, deturpando tudo. Não há pachorra. Gabo a paciência de Manuela Ferreira Leite estar ali a demonstrar todas as trapacices e sacanices que aqueles analfabetos fazem. Eu não consigo. Aquela gente é de vómito. Lamento ser tão crua mas é o que sinto. Mesmo. 


O que me ocorre depois de a ouvir é que ela deveria fazer coaching ao Totozero. Não sei se se diz fazer coaching. Mas a ideia é essa.

Sem comentários: