Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

domingo, março 04, 2018

Qual o espanto, oh fantasma...?
Não estavas à espera de me ver por aqui com este mau tempo ou quê...?


Eu sei, eu sei. Há risco de derrocada, está uma ventania do caneco, chove que deus a dá mas... e daí...? Não é este tempo um daqueles que mais magia traz a este lugar lindo de morrer? Não é a altura certa para andar por aqui sem se ver vivalma... ? Apenas o som das águas a bater na amurada, os cabos dos barcos a rangerem. 

Mas devias saber que é em dias assim que eu mais gosto de por aqui andar. Espantos desses ainda...?