Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, julho 29, 2017

Trump subtrai e segue.
De mal a pior, ilustrando o que é um caminho aceleradamente descendente a caminho do abismo.
[Agora é Scaramucci versus os outros da Casa Branca (incluindo o acrobata-tarado Steve Bannon) que põe os americanos de cabeça à roda]


Nem vou dizer muito. Faltam-me palavras para me referir ao tema. O que se tem passado naquela pangalhada da Casa Branca é do mais estapafúrdio que se pode imaginar. Nem nos filmes mais delirantes do Borat ou da Esquadra de Polícia se encontram macacadas mais hilariantes do que os inenarráveis números a que se tem assistido sob o comando do pato-palhaço Donald.

Podia ser apenas uma sucessão de alarvidades macacas mas, não nos esqueçamos, isto passa-se com o homem que provavelmente é o mais poderoso do mundo.

A quantidade de gente que ele já despediu, os anormais que nomeia, as humilhações a que sujeita os membros do governo tratando-os publicamente como retardados, as vergonhas que faz em visitas oficiais, as ideias estúpidas e balofas que tem, os gestos, os actos -- tudo, tudo é embaraçoso.

Mas quando se pensa que aquela gente estranha já desceu mais baixo do que o tolerável, eis que aparece alguém que lambe a sargeta antes de falar e mostra como se pode ser vulgar, ordinário, rasca e completamente parvo em meia dúzia de palavras. Steve Bannon não é flor que se cheire, aliás é mais do que sinistro. Mas dizer dele que chupa o próprio pénis, como Scaramucci disse, já me parece um exagero pois é dar-lhe um inusitado picante que a besta desmerece. Aliás, sempre ouvi dizer que, para tal, algumas costelas deverão ir ao ar e que o corpinho deve ser facilmente dobrável o que não parece ser o caso do entroncado Bannon, que tem mais ar de besta canibálica do que de gótico mal alimentado como Marilyn Manson. Mas, enfim, presume-se que era apenas uma não especialmente elegante metáfora de Scaramucci. 


É tudo mau de mais, é tudo para além do imaginável. O que espanta é como isto aconteceu. Que reviravolta deu o mundo para que as coisas tenham ficado de patas para o ar ao ponto de se ter chegado ao estado de degradação a que a Casa Branca chegou. 

O vídeo abaixo mostra a reacção dos jornalistas nos Jovens Turcos. Deitar as mãos à cabeça é pouco mas, face ao inusitado do que se passa em volta do doido varrido Trump, é o que ocorre fazer, lá isso é. 

Scaramucci Destroys Steve Bannon In NSFW Interview

The Young Turks



______________

Mas quem é Anthony Scaramucci, o novo Porta-Voz da Casa Branca?


The Guardian mostra:

_____________________

Na verdade, depois de tudo isto, o que se segue?

Dispararem um míssil nuclear just for the fun of it...?
Ou desleixadamente ignorarem os riscos de coisas perigosas que têm em mãos?

_________________