Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, março 01, 2017

Dindinha passou por aqui
[8º de 8 Postais ilustrados de Lisboa, a bela]


Da janela de Tom, vi Dindinha a passar com um lata de tinta numa mão e um pincel na outra . Ia nos cascos, furibunda. Deu em gritar a sua raiva pelas paredes. O seu Tom, que queria ensinar-lhe poesia, não tem respondido às suas mensagens e ela não lhe perdoa.


Num outro muro, um lamento.


Noutras, um apelo


.......

Mas não posso fazer nada. 
E Dindinha é jovem, um dia destes esquece-se. 
Ainda por cima, ja acabei a história. A vida de Dindinha já não é de minha conta.

....

Até já. Tenho muito para mostrar.

...

Sem comentários: