Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

domingo, novembro 20, 2016

O Passos Coelho usa camisola interior de alças e pinta o cabelo, o Montenegro anda com os dedões dos pés de fora porque anda sempre com meias rotas, a Teodora Cardoso (ie, a Srª Dona Teodósia UC) usa cuecas de fio dental, o Medina Carreira é o mentor ideológico da Maria Luís da Arrows, o Goucha dexou o namorado e, num surpreendente volte-face sexual, vai casar com a Cristina Ferreira


Escrevi de atacado aquelas parvoíces ali no título mas poderia escrever um post por dia com uma verdade escaldante. Por exemplo:
A D. Teodora, casada em segredo com Medina Carreira, não é apenas a catastrofista que se sabe. É também uma mulher que respira uma sensualidade desbragada por todos os poros. O seu traçar e destraçar de perna é conhecido de todos os deputados que se sentam em frente a ela e que aguardam com impaciência o momento em que ela anuncia um novo resgate ao mesmo tempo que deixa que percebam que é adepta da depilação brasileira.
Ou até:
O conhecido láparo, de quem os correlegionários laranjas dizem ser impúdico, indigno, sem vergonha e há muito tempo a bater no fundo do poço que cavou para o seu partido, ao mesmo tempo que mostra estar roído de um patológico mau perder, anda -- à socapa -- a escolher um capachinho de carapinha loura, uns óculos escuros redondos à ceguinho e a ver como há-de pintar a cara de preto para, quando correrem com ele do partido, passar despercebido na rua. Diz que é a Felícia Cabrita, sua guia espiritual, que o anda a aconselhar. Diz também que ela anda a escrever a autobiografia dele. Diz que vai ser de ir às lágrimas.
Ou:

O segurança do Convento do Sacramento, julgando que não estava ninguém lá dentro, fechou a porta e foi-se embora. A D. Maria, julgando que o marido estava numa das suas epifanias a escrever a sua tão aguardada autobiografia -- na qual relata excitantes pormenores da sua intrépida embora incompreendida luta contra Sócrates, contra o maluco do Lima e contra o perigoso Jumento -- deixou-o estar. Quando na segunda-feira o segurança lá chegou, deu com Cavaco a escavar um túnel no chão do seu pacato gabinete de meio milhão de euros. A seu lado, uma cagarra olhava-o de olhos arregalados.

E, quem diz isso, diz, por exemplo:
O advogado que nas horas livres é deputado europeu, Paulo Rangel, é obrigado a passar os dedos por pimenta em pó quando entra no Parlamento Europeu para ver se perde o seu mediático hábito de enfiar os dedos no nariz. 
Ou: 

Alexandra Lencastre fez nova plástica e agora tem olhos lilases, cabelo asa de corvo, seios copa H e lábios XXL. Na próxima aparição no 'A tua cara não me é estranha' aparecerá com uma estonteante toilette que deixará tudo a nu mas, ainda assim, vai fazer striptease integral para dar a conhecer as novidades.

Ou:

Jorge Jesus é o novo treinador do F.C Porto, vai ganhar 70 milhões de euros por ano e já entregou a declaração de rendimentos no Correio da Manhã. Consta que foi Bruno Carvalho que o o agenciou. Na festa de anúncio, a ter lugar no Dragão, Ágata irá cantar a sua versão de HallelujahO garanhão Jorge Nuno Pinto da Costa fará a sua primeira aparição pública com as duas gémeas de 21 anos, mulatas, brasileiras e conhecidas na night como The Bum-Bum Sisters com as quais agora vive amancebado.

Ou ainda:

Adília Lopes, de 56 anos, vai fazer um tratamento hormonal intensivo pois foi escolhida por Valter Hugo Mãe, de 45 anos, para ser a mãe do seu filho. Adília e Valter estão loucos de felicidade e, para consubstanciarem a sua deliciosa euforia, estão a escrever a nova odisseia, a quatro mãos. Já fizeram saber que, se for menino, o bebé se chamará Ulisses e, se for menina, Barata.


^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

E assim se podem criar factos que depois circularão livremente, que as redes sociais amplificarão, que uns e outros repetirão, que os motores de busca ajudarão a propagar.

Se a coisa for polvilhada com algum picante pode mesmo tornar-se viral e, num ápice, meio mundo estará a repetir com segurança, como de uma verdade inquestionável se tratasse, a maior invenção do mundo.

E, por mero desfastio ou por maldade, intriga política, inveja artística, vingança pessoal, manobra de diversão, assim se lançam boatos que se colam à vida de algumas pessoas, estigmas que desgraçam as suas vidas, que arruinam carreiras, que destroem famílias.

Uma mentira mil vezes repetida torna-se verdade e passa de geração para geração sem que ninguém saiba de onde partiu a atoarda ou a insinuação ou saiba distinguir se ela é verdade ou mentira.

A que propósito vem isto?

Pois bem. Leio em vários jornais que há quem diga que Trump ganhou eleições muito ajudado pelas mentiras de um fazedor de notícias falsas.

Leia-se, por exemplo: Facebook fake-news writer: ‘I think Donald Trump is in the White House because of me’ -- porque é interessante perceber como funciona isto e como há, até, quem ganhe a vida a lançar mentiras.

Alguns poderão achar engraçado. A mim assusta-me. 

Acima, exemplifiquei com palermices que, de imediato, qualquer pessoa perceberá que não têm pitada de verdade. Mas... e se eu tivesse escrito coisas com ar de fofoca credível?
E, por cá, quantas vezes a isso temos assistido, com mentiras ou falsas questões lançadas através -- umas vezes directa, outras indirectamente -- de alguns dos acima referidos e que têm contaminado a nossa vida política e inundado ad nauseam a comunicação social?
É que uma coisa são inofensivas chalaças e outra, bem diferente, são torpes insinuações ou um ruido infecto e permanente. E a questão é que não há forma de parar uma onda de lama que desça por uma montanha nem como evitar que a lama se entranhe na pele e na vida dos que dela são vítimas. Nem há como desfazer o ganho injusto que alguns colhem da desgraça alheia.

É a vida, dirão muitos. Se calhar é.

______________________________________

As imagens não têm a ver com o texto e obtive-as no Bored Panda: são apenas falsos cartazes de protesto.

_______________________

Se descerem poderão encontrar-se com Ela.

_____

7 comentários:

P. disse...

Enquanto ouço a Diana Krall a cantar e tocar a canção de Joni Mitchell (embora goste mais o original, cantado por J.Mitchell), “A Case of You”, fui lendo o seu Blogue, como sempre com imenso gosto e bem me ri com este seu último Post! Que patuscadas! Haja humor! Coisa que a megera Teodósia nunca soube no que consistia, apegada às contas (de fiar), aos algarismos, às equações, aos logaritmos, enfim, à sua triste e cinzenta maneira de ver a vida e o mundo, através de umas lentes da cor do neo-liberalismo mais radical.
2. Quanto ao Trump, à medida que vou lendo quem ele tenciona nomear para o seu Gabinete, fico a pensar como será o planeta a partir de 20 de Janeiro de 2017! E que sucederá na Europa, por arrasto? Tudo isto começa a ser realmente preocupante!
Bom resto de fim-de-semana!
P.Rufino

bea disse...

Arrisco dizer que, pelo menos meio mundo, anda preocupado com o próximo governo dos EUA. Para além disso, não sei de outra coisa que possamos fazer.

A JM tem muito jeito para criar notícia. Há futuro na blogosfera caso queira deixar as suas empresas e dedicar-se ao mundo digital.

Fiquei a entender que, apesar de ser mulher, me faltam uns tantos saberes, não sei o que é copa H por exemplo (mas há mais). No entanto, não julgo drástica esta minha ignorância de que nem sinto falta, como assiste aos seres da minha qualidade.

Bom Domingo. Com chuvinha da boa.

UC disse...

Depois daquela semana de cão rafeiro, aqui temos de novo a UJM bem disposta, com notícias frescas de personagens do nosso audovisual que muito admiramos. Só faltou a notícia de o Passos aparecer com a bandeirinha na lapela de pernas para o ar, enquanto comentava os últimos dados estatísticos, tal era a atrapalhação!...
Continue a ter um bom fim de semana, recupere bem as energias, pois precisamos muito de si em boa forma para lermos bons textos, ouvir boa música, ver boas imagens, para nos ajudar a passar melhor os nossos dias.

Um Jeito Manso disse...

Olá P. Rufino,

Penso que ainda não conseguimos sequer antever o que vai passar-se nesta era Trump. Penso que tal como nos fenómenos caóticos em que dificilmente se encontram padrões, também aqui assistiremos a toda a espécie de fenómenos perturbantes.

Que ele viva numa casa dourada em que o elevador tem ouro e diamantes é bem o indicador de que estamos perante o que poderia ser uma cena de 'Borat na Casa Branca'.

Uma boa semana, P. Rufino.

Um Jeito Manso disse...

Olá B,

Copa H deve ser coisa bem para lá das A, B, C e D que servem a quem tem seios de dimensão comportável.

E sim, gosto de ficcionar. Um dia que tenha tempo para isso, talvez me dê pra criar - não factos políticos mas historinhas infantis. Ou não tão infantis assim, talvez. Ou nada disso, apenas arrumar livros ou fazer mantinhas em crochet. Ou isso tudo. E arrumar gavetas.

Uma grande semana para si, bea!

Um Jeito Manso disse...

Olá UC,

Que palavras boas de ler, as suas. Fico contente quando vejo que as músicas ou imagens que escolho também são do agrado de quem por aqui me acompanha.

O fim de semana foi retemperador e, mal me passa a cansaeira, espevito logo. E palavras de apoio, escritas com simpatia, também ajudam.

Muito obrigada.

Uma bela semana para si, UC.

Claudia Sousa Dias disse...

Em relação ao passos acredito piamente. Quanto à Teodora, acho que ela está mais para Perpétua da Tieta do Agreste, com uma colecção secreta de instrumentos gineco quelquer coisa no armário do que para fio dental, com ou sem depilação.