Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

segunda-feira, outubro 24, 2016

O mar em dia de alerta laranja


A costa em alerta laranja, o mar alteroso -- e aí estou eu para o testemunhar que é assim que mais gosto dele. Respeito os avisos, olho-o da beira, não me achego à rebentação, até me assusto com os que desprezam os avisos e se afoitam. Mas ando por perto, ouço-o, vejo-o, cheiro-o.

E, claro, vou registando a sua força, as suas cores, as gentes que por ali andam.

Dois planos antagónicos

Ludwig van Beethoven: Symphony No. 3 "Eroica" / Herbert von Karajan

Estava um frio danado, quase toda a gente com agasalhos e impermeáveis e esta jovem toda ao léu,
a leve blusinha esvoaçando.
Tudo é relativo -- até a temperatura e a humidade do ar.

A tranquilidade de olhar um mar poderoso

O Bugio ao fundo entre ondas altas e consecutivas

A atracção pelo desafio: uma selfie com o mar perigoso em redor

E se, no pontão, os afoitos se aventuram para obterem uma fotografia apelativa, quiçá para o facebook,
no mar há quem dê mesmo o corpo ao manifesto e se aventure a sentir, na primeira pessoa, a sua frialdade e força
____

Uma sucessão de montanhas recortadas contra o horizonte, uma floresta misteriosa, uma cidade banhada pela luz dourada do entardecer, um rio que corre docemente -- tudo isto é muito belo. Mas não sei se o mar não é a beleza maior. Não sei.

_____

1 comentário:

Anónimo disse...

Gosto de dias assim, com o mar revolto, zangado e ondas grandes e fortes. Com o céu cinzento. Ou seja, com o mar a revelar a sua personalidade. Cá em casa, no nosso jardim, a olhar o Guincho, podíamos ouvir à distância o barulho da o mar, daquelas ondas violentas. E fomos até lá, andando por ali. E foi majestoso de ver. Um dia destes vamos até a Peniche e Nazaré, comer um peixinho e ver o mar, ainda mais zangado, com as tais ondas de meter medo. Um campeonato do Mundo qualquer, de Surf, já terá tido início, ao que ouvi na rádio.
P.Rufino
PS: e, em Coimbra, pode assistir-se a um belo festival de Jazz, para quem gosta. 3 Dias! Bem bom!