Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

terça-feira, setembro 20, 2016

Alô, alô!
Ambientalistas, cientistas, jornalistas, bloguistas, gestores que ligam a essa coisa da sustentabilidade e da responsabilidade social, professores, autarcas e deputados!
Isto é uma chamada geral! Mas só para homens!
Se querem preservar o planeta, defender a floresta e angariar fundos para uma plantação em força de árvores, vamos a pôr os olhos nestes cavalheiros que estão a dar o corpo ao manifesto a favor de uma nobre causa!
GOT WOOD...?


Depois da obra vil e infecta referida no post abaixo, há que afastar o mau cheiro, limpar o ambiente, procurar o verde, o oxigénio, a natureza. E se eu já plantei dezenas de árvores e sei o quão gratificante isso é e o que isso contribui para a feliz modificação da natureza, muito gostaria que todos os fosquinhas -- que dançam, dançam, dançam mas não saem da pista, isto é, que apregoam, apregoam mas não mexem uma palha para atingirem os fins sobre os quias teorizam -- pusessem os olhos nos cavalheiros que aqui mostro abaixo, e se inspirassem.

Mais. Sei que há por ai, entre os meus Leitores, gente da publicidade e que podia muito bem lançar uma campanha de qualidade. A exemplo desta que abaixo mostro, angariavam alguns bacanos que se prontificassem a dar o exemplo. Essencial, isso. Poderia sugerir uma meia dúzia: João Galamba, João Ferreira, Pedro Santos Guerreiro, Filipe de Botton, Tiago Brandão Rodrigues, Fernando Medina. E isto para não me alongar. Vá, mais um: Nelson Evora (senão ainda pensavam que tinham que ser todos branquelas). E mais outro: João Gabriel Silva (para não pensarem que estou a excluir a Academia). Exemplos, não mais que isso.


Ponham, pois, os olhos nestes garbosos faunos que, a bem de uma nobre causa, andaram pelos bosques -- e façam o mesmo. 


Got wood? 

I do, but not enough


Sponsor a tree!

Mas não é que este tem mesmo ar de fauno atrevido...?
Ai, ai, ai - ai ai, que me zango...! Se me cruzasse com ele na floresta teria mesmo que lhe chamar a atenção... Atrevidão...!


Mas, if you please, vamos com música para podermos captar melhor as mensagens


Não gosto de homens que se depilam mas este tem um babete de pêlo tão compacto e, a seguir, nada que acho que, se me cruzassse com ele, lhe recomendaria que pintasse de ruivo ou lourinho aquela gola frontal de pêlo.
É que assim, ele a fazer de conta que ruge, armado em mau, com um tronco tão grande ali à frente, e uma pessoa nem lhe prestava atenção, só a pensar que aquele polígono de pêlo escuro ali debaixo do pescoço precisa de um jeito

Engraçadinho este, ar de boa onda e o pêlo aqui já não me chama tanto a atenção, está melhor distribuído.
Neste só não gosto das botas, parece que estão a mais. Distraem. O chapéu e as pulseiras estão bem, dão graça. As botas, lamento, mas teriam que sair.

Olha para este convencido. todo com alusões e trocadilhos visuais...! Muito explícito para o meu gosto. Descaradão. Uma pessoa até quase nem repara nas árvores até porque parece que definharam à vista de tamanha pujança.


Da esquerda para a direita:
Não percebo que tatuagem é aquela na barriga. Não gosto. E está a fazer chichi ou o que é aquilo que vejo a sair dali?
O que se segue está quase bem mas tem as coxas muito brancas. Primeiro punha-o a fazer nudismo para ficar tostado por igual - e depois logo conversávamos.
O do meio tem graça mas aquela arvorezinha... sorry mas parece-me um bocado anémica.
O seguinte é malandreco. Cuidado com ele. Olha o que ele arranjou para ali ter que uma pessoa até se sobressalta. Tem potencial.
O da direita quer parecer atrevido mas aquela língua de fora fá-lo parecer um carneiro mal morto. Não convence.

Discreto, pouco espalhafatoso, este talvez seja o mais convincente apesar de, naquela posição, eu não conseguir perceber se já está de bom tamanho ou se devia ter medrado um pouco mais. Mas agrada. Mostra que tem uma alma sensível pois fala de passarinhos mas, pela forma como remata, tem uma conversa viril. Além disso, revela que, perante obstáculos, lhes passa por cima. Convincente.
_____


Pronto. Já disse a minha opinião. isto para o caso de quererem levar a minha chamada a sério e irem já correr fazer uma campanha idêntica. Seguindo estas minhas dicas, conseguirão uma campanha irrepreensível, de sucesso garantido. Verão que, mal a gente veja os cartazes, Potugal se transformará numa imensa floresta.

Caso queiram ver mais exemplares destes inspirados e convincentes cartazes da Greenpop, é só espreitar aqui. A bem das árvores do planeta, what else?


We are nature



____

Ainda tenho uma outra: qual o destino de férias aconselhado para cada signo do horóscopo. A ver se ainda tenho tempo hoje porque, pelo menos cá em casa, bate muito certo. O meu problema é que, agora, já não dá para aqui ficar até às tantas porque, noblesse oblige, o dia de uma assalariada começa ao nascer da aurora. Mas, se não for hoje, fica para a amanhã, ok?

Mais importante isso do que as tiradas à Robin dos Bosques da menina Mortágua, certo?

___________


E, se aterraram agora aqui e ainda não ouviram a fabulosa crónica do Fernando Alves (Toleima do apresentador obstinado), vão por mim e desçam até ao post já aqui a seguir.


.......

1 comentário:

Anónimo disse...

se um dos seus leitores for marketeer pode tirar mais umas ideias

#TheWaterProject - https://www.youtube.com/watch?v=Nv4FniVqrBI

This is what addiction feels like - https://www.youtube.com/watch?v=HUngLgGRJpo

sacados do site wimp.com

Bob marley