Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, agosto 13, 2016

Simone Biles, a baixinha grande atleta que desafia as leis da física e que já é a maior ginasta artística de sempre
-- de menina abandonada pela mãe, filha de pai desconhecido, a criança perfilhada pelos avós, e, desde sempre uma saltitona elástica e feliz


Simone Biles que, quando salta, desafia as leis da gravidade



No outro dia, enquanto estava aqui a escrever, estava de olho nas provas de ginástica no Rio. Umas chinesinhas minúsculas, umas russas espantosas e umas americanas que saltavam como se não fossem deste mundo. Uma delas, pequenina e musculada, parecia possuída por uma alma de borracha, toda ela elástica, um pequeno pássaro negro, um gazela alada, nem sei. Eu estava estupefacta. No dia seguinte fartei-me de falar nisso, estava perplexa com o que tinha visto. Não sabia nomes nem antecedentes.

No dia seguinte voltei a vê-la nas provas e, intrigada, fui procurar no youtube. Uma miúda com uma segurança e uma perfeição desarmantes. Depois de ter escrito aquilo de ontem sobre a arte e a pornografia estive a vê-la e só não escrevi nada porque já era muito tarde e já estava cheia de sono.

Hoje li que ganhou tudo o que havia para ganhar e que esta adolescente, dos EUA, é "só" mais uma obra perfeita (a melhor de todas?) do casal Karolyi, os treinadores que já tinham dado ao mundo a lendária Nadia Comaneci.



Os exercícios no tapete de Simone Biles são qualquer coisa de inacreditável. Provavelemente toda a gente já o viu e não dou nenhuma novidade mas quero que fique aqui no Um Jeito Manso, pro memória:


Simone Biles - Floor Exercise - 2016 P&G Gymnastics Championships – Sr. Women Day 1



O vídeo aqui abaixo mostra-a de perto e mostra o amor dos avós que a perfilharam, a ela e à irmã, para que formassem uma família 'normal'. O vídeo foi feito antes dos Jogos Olímpicos mas a convicção da absoluta superioridade da baixinha (19 anos; 1,45m) era já uma certeza que pairava no ar.



* * * * *



Simone Biles, a campeã olímpica e ginasta absoluta, vencedora all aroundRio 2016, em pleno voo, reinventanto o significado da palavra magia ou da palavra perfeição ou do que quiserem

____

1 comentário:

Anónimo disse...

Olga Korbut, Munique 1972 - a graça, a arte, aliadas à técnica. Em minha opinião, muito superior à técnica da Simone Biles. Claro que Olga Korbut , sendo também ela baixa, era ajudada esteticamente pelo seu corpo perfeitamente proporcionado - e Simone Biles não tem culpa de não ter essa vantagem.
MPDAguiar