Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, junho 09, 2016

Uma espécie de Tiepolo ao som de uma espécie de monjas a cantarem uma espécie de cântico que parece que caíu do céu aos trambolhões


Por esta altura, espero que já tenham feito o Teste de Personalidade e que já saibam no que é que são bons ou maus, quais as vossas forças e fraquezas e como é que é a nível amoroso, profissional e etc., e que, inclusivamente, por uma questão de prudência e honestidade intelectual, imprimam e ofereçam os resultados a algum/a possível pretendente para depois ele/a não vir queixar-se de ter ido ao engano. Ou ofereçam ao vosso chefe, para ele saber com o que é que conta.

Portanto, enquanto estão a digerir o vosso retrato psicológico, aqui vos deixo com uma santa imagem, e os puristas que me perdoem mas eu olho e vejo um Tiepolo dos tempos modernos, e com uma música que condiz com a santidade da imagem, quase parece um canto gregoriano entoado por monjas carmelitas, melancólicas e, quem sabe, talvez até descalças.

Pronto. É para descansarem o espírito. Sou amiga.


__

A imagem que me parecia um Tiepolo afinal é um Waldemar von Kazak. Melhor ainda.

....

E, caso ainda não conheçam a vossa personalidade, podem ir descobri-la no teste a que se acede no post abaixo.

Sem comentários: