Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, maio 13, 2016

Olhe lá ó Sr. putativo economista e putativo primeiro-ministro José Gomes Ferreira, qual é o seu Plano B?
E é para 2016?


Claro que ontem não vi a entrevista da SIC que António Costa concedeu ao doente José Gomes Ferreira. Não sou maluca nem masoquista. Porque iria, pois, ver esse espectáculo que deve ter sido um verdadeiro tesourinho deprimente?


Imagino o sacrifício que António Costa deve ter feito... Deve ter ido para lá de nariz tapado, como se fosse engolir uma colher de óleo de fígado de bacalhau mas sem propriedades terapêuticas... Deve ter ido porque era difícil assumir com todas as letras que tinha mais que fazer que aturar um moço de fretes, um doente, um avençado. 

Aquele José Gomes Ferreira é uma criaturinha que há tempo não suporto, não passa de um dos mais desqualificados empregados que o Balsemão e o seu ajudante de campo, Mano Costa, para ali têm na SIC a fazer jeitos a uns e a ver se trama outros.

Mas, pouca sorte a minha: há bocado apareceu-me em excerto. Com aquela sua cara de boneco de circo, todo ladino, a ver se apanhava o António Costa em falso com a porcaria do Plano B. Só gente parva é que pode estar a marimbar-se para o Plano A, o que está em vigor, e, em vez disso, paranoicamente à procura do Plano B.


Só parvalhões que nunca devem ter gerido uma porcaria na vida é que podem ter tamanha obsessão com um plano B, ou melhor, com um gambozino da estirpe B.

Para ver se o dito pseudo-economista se enxerga, vou colocar-lhe algumas perguntas para ver se, por analogia, ele lá chega. Safa.

Então, ouça lá, ó criatura:
1. Se, ao passar debaixo de um prédio em obras, lhe cair um tijolo em cima, qual o plano B? Põe ligaduras na cabeça? E se o tijolo cair em cima do pé? Tem um plano para cada parte do corpo, é? E é em 2016 que vai por uma ligadura ou usar muletas? Se o acidente se der em 2016, é em 2016 que usa o plano B? Ai é? Oh caraças que eu pensava que isso seria só em 2017. 
2. Se deixar queimar o arroz de marisco e os seus amigos estiverem prestes a chegar para vir provar o seu famoso arroz de marisco, tem plano B? Ai sim? E qual é? E não me diga... se isso acontecer em 2016, o plano B vai ser executado em 2016...? Ai, que novidade me dá. 
3. Se um convidado seu, em plena entrevista, lhe atirar com o copo de água à cara, qual o seu plano B? Limpar a cara...? Jura...? E em 2016...? Bolas. Afinal tem um plano B para 2016 e eu que não sabia de nada. 
4. Se antes de entrar em acção, numa entrevista em directo, uma colega lhe atirar um café à camisa e gravata e a única alternativa for vestir uma camisa amarela às bolinhas pretas, o que é que vai fazer? Ai essa ainda não previu? Credo. Como não? E se isso lhe acontecer em 2016...? Ui. Bolas, bolas, bolas.
5. Etc, etc... 
  • Ora bem. Depois destes exemplozinhos, diga-me lá uma coisa, Sr. Faz-de-Conta que é Qualquer-Coisa: continua a fazer-lhe sentido centrar a conversinha no Plano B e em que ano é que vamos usar o plano B e patati patata plano B -- ou vamos mas é perceber bem em que consiste o plano A?

Pronto. Tirando isto, nada mais me ocorre dizer a não ser que, enquanto a SIC estiver infestada com tanta gente que parece ter a sua própria agenda e defender interesses que não os de interesse jornalístico, quero é que o José Gomes Ferreira e tutti quanti (salvo honrosas excepções) se vão catar.

Mas, atenção, se eu tenho pouco a dizer, há quem se exprima bem melhor que eu. É ler.

___   ___


Já escrevi o terceiro episódio da minha história sobre a mulher que gostava que lhe falassem de árvores e de livros mas ainda me falta fazer um pequeno ajustamento a nível das imagens. (Hoje estou numa de drama. Atenção comigo).

Publicá-lo-ei daqui a nada, no máximo à hora de almoço. Combinado?

___


Entretanto, desejo-vos, meus Caros Leitores, um dia muito feliz.


4 comentários:

P. disse...

Um petulante! Acabei por o mandar ás malvas e fui para outra também. Mas António Costa esteve bem. Sabe mais a dormir do que os espertalhões dos Gomes acordados!
Era caso para lhe responder quanto ao Plano B, "se isto e aquilo...": "Olhe o gomes ferreira, com letra pequena, a condizer com o serrim que tem da sua cabeça, E SE A MINHA AVÓ TIVESSE RODAS? OLHE, ERA UM CARRO ELÉCTRICO, SABE!"
O livrinho dele! Folhei-o no Jumbo (só mesmo lá!) e a medo, não fosse alguém agredir-me: "você a ler essa porra? Ponha o livro na lareira, que assim ainda lhe faz bom uso!"
P.Rufino

Anónimo disse...

Reencaminhei este seu Post para uns tantos e recebi palavras de apreço e muito divertidas. Lá vão ler o seu Blogue, doravante.Em resumo, que tem toda a razão no que disse e que assim é que é, "malhar neles". Por mim, apoio!
P.Rufino

Um Jeito Manso disse...

Olá P. Rufino!

Encaminhe à vontade que eu, cá por mim, era bom é que aquele petulantezeco percebesse que, se fosse a votos, tinha que sair pela porta baixa a piar de fininho.

Uma boa noite, P. Rufino!

Ana Martins disse...

O José Gomes Ferreira é das poucas pessoas que ainda me merecem confiança neste país a transbordar de corruptos e de tachistas.