Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, março 17, 2016

O nome daquele que não tem nome



Como aprender a conhecer o amado?
Jamais o encontrarás no bosque
se não conheceres a árvore
Jamais o encontrarás
se o procuras em abstracções


Essa flauta toca
quer alguém a escute ou não
Quando falamos de amor
é dessa música que falamos
Penetra a espessura
dos corpos
atravessa as paredes
É como se fosse uma teia
com milhões de sóis.

______

Fotografia feita no outro dia in heaven agora que a primavera se anuncia com mil flores

Poemas de Kabir no livro cujo título é o deste post em versões de Jorge Sousa Rego

Emmanuel Pahud  toca Jean-Philippe Rameau (Piece de Clavecin en Concert n°5)
___

Sem comentários: