Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, outubro 30, 2015

Duas historinhas que partilho convosco e que seguem com uns emoticons fofinhos, tá?


Há pessoas que, na maior alegria, se exprimem através de dois pontos, parêntesis, dois pontos D, travessão, ponto e vírgula, lagriminha a escorrer ou carinhas para todos os gostos. 

Bem, não vou estar aqui a armar-me em virgem das pintinhas: volta e  meia, também me apetece juntar um smile ou uma flor, mas é coisa rara. Se o que escrevo contém um sorriso nas palavras parece-me redundante e até apalermado juntar bolinhas e sinalefas. Mas, enfim, os tempos são o que são e nada contra quem prefere usar caralarocas ou pontuemoções.

De resto, acontece-me, por vezes, espreitar os comentários noutros blogs e pasmo com as formas de comunicação a que tanta gente recorre para se exprimir.


Uma diz dois pontos e a outra responde com DDDDD. As mais tradicionais usam letras e escrevem lol, lol, lol. Parece-me coisa meio sem jeito mas admito que isto é a minha veia de avózinha pré-histórica.



Pois bem. Fui aqui ao Youtube à procura de uma missa cantada e eis que, antes de escrever o que queria, dou uma vista de olhos às escolhas que o algoritmo me reservou. E cá está, outra vez na mouche: 

Rives conta uma história de emoções variadas - TED





E, ainda, o vídeo abaixo que recomendo que seja visto com a pimenta à mão de semear para que vão deitando na língua destes malcriadões.

Emoticon na Porta dos Fundos


Para que escrever ou descrever um emoção se você pode transmiti-la através de uma arte ou um conjunto de pontuações? É simples, rápido e direto. O problema é que as emoções e interpretações são tudo menos isso. ;) :p :o




...

Desejo-vos, meus Caros Leitores, uma sexta-feira muito feliz,

..

2 comentários:

Fernando Ribeiro disse...

A ironia é muito difícil de comunicar através da Internet. Aprendi isso há muitos anos, quando frequentava os newsgroups (ainda existem, mas estão reduzidos à expressão mais simples; pode-se chegar a eles através do Google Groups, por ex.). Muitas pessoas levavam a sério tudo o que eu escrevia, mesmo quando eu estava a ser irónico. Geraram-se alguns mal-entendidos bastante desagradáveis por causa disso.

Alguns emoticons, entre os mais simples de todos, permitem dar a entender que não estamos a falar a sério. Basta acrescentar um piscar de olho, ;-) ou ;), um sorriso, :-) ou :), um riso aberto, :-D ou :D, ou então uma língua de fora, :-p ou :p, para as pessoas com quem temos mais confiança. São os únicos emoticons que eu uso, agora nas redes sociais.

Rosa Pinto disse...

Ah. Escrever bem é difícil ...venha lá a cara amarelo. ..tipo tass bem.