Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

domingo, julho 19, 2015

Sócrates será cúmplice do Lula? Ó pá...! Depois de andar a assediar a Maria Elisa na televisão e a levar mulheres para hotéis caros, querem lá ver que também usou o Lula como barriga de aluguer para os milhões que escondeu por todo o lado? O Rosarinho já deve estar a salivar e o super-Alex até se deve babar de excitação... E não será que a própria Dilma, amiga do Lula, também transportava envelopes de dinheiro para o Sócrates? Ó pá, Rosarinho, vai atrás dessa pista, vai. Busca, busca.


No post abaixo já vos mostrei a praia transparente e silenciosa onde caminhei este sábado, uma maravilha em estado líquido. Mais abaixo, mostrei jóias muito belas e as mãos amorosas que as fazem.

Mas isso é a seguir. Aqui, agora, mudo completamente de registo.

....

Digo-vos outra vez: se Sócrates for culpado de crimes de corrupção, branqueamento de capitais, fraude fiscal e sei lá que mais, ficarei furiosa com ele e acharei lindamente que seja condenado. Qualquer pessoa que seja comprovadamente culpada de tais crimes merece repúdio, reprovação, etc. -- mas um ex-primeiro-ministro ainda o merecerá mais, em especial um que eu tenha apoiado.

Mas, até ser efectivamente condenado no sítio certo (leia-se, nos tribunais), não sei de nada sobre o caso -- tal como não sei de nada relativamente a quem quer que seja que não tenha sido condenado e relativamente a quem se ouçam rumores, boatos, correio-das-manhãzices, o que for.

Acontece que, no caso vertente, Sócrates ainda nem acusado foi. Está preso há meses sem que ainda ninguém possa saber qual o crime concreto que possa ter cometido nem, sequer, perceber qual a linha de raciocínio que está a ser seguida na investigação. Parece coisa delirante conduzida por gente paranóica e muito volúvel.  Ora é Vale de Lobo, ora tem a ver com a CGD, ora com o Grupo Lena, já antes tinha sido Angola, já tinha sido a Venezuela, agora já os jornais andam a falar no Brasil e em Lula.

Daqui a nada já vamos em Plutão, esse misterioso planeta, a ver se lá se encontra o nó que falta para unir tanta ponta solta.

Transcrevo:

(...) Algumas pontas tocam-se nos dois processos sobre alegados actos de corrupção cometidos dos dois lados do Atlântico e que colocaram José Sócrates, e agora Lula da Silva, na mira da Justiça. 


Dois anos antes desta visita, em Setembro de 2011, Lula da Silva deslocou-se a Lisboa, como “embaixador” de investimento brasileiro em Portugal, nomeadamente nos Estaleiros de Viana e na TAP. Duas semanas depois nesse mesmo mês, Sócrates participou na cerimónia de homenagem ao antigo presidente do Brasil Lula da Silva, em Paris. (...)

E hoje, no supermercado, vi uma revista, a Flash!, que tinha na capa o Sócrates com indicação que gastava fortunas com mulheres, um sedutor engatatão. 


Entre viagens, hotéis de luxo, férias, casas e jantares, José Sócrates gastou quase um milhão de euros com quatro mulheres.
Sofia Fava, Fernanda Câncio, Sandra Sá e Sandra Santos foram o objeto de sedução do antigo primeiro-ministro. 

No outro dia era que tinha assediado a Maria Elisa na RTP. 

Dias depois veio ela dizer que era mentira, que não tinha dito nada daquilo, que a jornalista tinha querido que ela dissesse isso e que ela não tinha dito tal coisa, disse que a entrevista era para falar do livro que tinha publicado e ponto. 
Uma perseguição inacreditável ao homem. Mas a verdade é que as capas dos jornais e das revistas continuam a ser alimentadas com boatos, fugas de informação, especulações e ficções de toda a espécie. 

Usando a terminologia do nosso vai-estudar-ó-Relvas, uma coisa se pode dizer: Sócrates é uma marca que ainda vende.

Histórias atrás de histórias. Os ministros e quem com ele privava de perto, descrevem-no como um trabalhador incansável, reuniões e mais reuniões, visitas oficiais permanentes dentro e fora do país, a ver se dinamizava a indústria, se encontrava mercado para as exportações, sempre debaixo dos holofotes da comunicação social. Pois, no meio de toda essa agitação que o país inteiro testemunhava, o procurador Rosarinho Teixeira e o super-judge Alex acham que ele ainda conseguia tempo para estratagemas e tramóias de toda a espécie, aquém e além-mar - e, no meio, vá de seduzir mulheres, pernoitar em hotéis de luxo e, na volta, sabe-se lá?, presenteá-las com belas jóias Dior. Um leão. 

Não digo que sim nem que não, não sei, não digo nada sobre isso, digo apenas que tantas e tão surpreendentes são as suspeitas que me parece improvável que tudo aquilo possa ser verdade. Parece que certo, certo, terá sido ele cravar o amigo não se sabe bem para quê nem em que montantes (e digo isto porque tenho ideia de que isso, nas cartas que escreveu da prisão, ele admitiu -- embora não tenha referido montantes). Mas, até ver, ser crava não é crime. Pode ser chato, pode ser feio, pode ser de se fugir deles, dos cravas, mas crime, que eu saiba, não é.

Mas vamos ver no que dá agora esta suspeita que já vai no Brasil. Na volta, até a Dilminha vira suspeita. Às tantas, foi uma das seduzidas pelo galaroz e, quem sabe, num momento de delírio e paixão, aceitou ser mula a mando do temível garanhão, transportando bolotas recheadas de euros em pó --  por certo, milhões e milhões de euros, quiçá condensados para mais facilmente serem transportados -- para algum refúgio secreto que o Socas e seus cúmplices mantêm nalguma favela guardada por discretos jagunços. 

E eu, que tanto tenho falado no assunto, estou para aqui na risota mas, às tantas, já estou também sob escuta.
(... E a ver é se o Rosy não descobre que ofereci uma sardinha a um vizinho de mesa na tasca onde no outro dia jantei e que isso foi um suborno a mando do super-prisioneiro 44. Bolas, bolas, olha se ele descobre... 
Resta agora saber: quem será esse meu secreto vizinho de mesa...? Ah... 
E o que escondia a sardinha no seu interior...? Ah... 
Tantos e tão suculentos mistérios...
Busca, busca, Rosy).
....

Já agora, a propósito de presos, que entre a malta da Porta dos Fundos com o seu  Preso.

A cadeia deveria ser o lugar onde os bandidos são contidos e ressocializados, mas parece que é lá que eles se sentem em casa. Rola até churrasco, cerveja, pagode, pelada, smartphone, tudo com evento e foto no Facebook. Isso sem contar os ataques, assassinatos, extorsões, rebeliões, e sequestros que são diariamente comandados de lá dentro. Estão tão acostumados que já virou rotina. Por isso, dá até medo pensar do que eles seriam capazes caso estivessem livres nas ruas... 


...

E desculpem por vos relembrar: já aqui abaixo poderão ver uma praia envolta numa névoa suave, perfumada pela maresia. Por ali caminhei, os pés na água, o coração nas nuvens. E a seguir, por falar em jóias caras, queiram, por favor, descer até ao dioríssimo post ainda mais abaixo.

...

Desejo-vos, meus Caros Leitores, um feliz dia de domingo.

...

Sem comentários: