Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

segunda-feira, abril 13, 2015

Lisboa, a bela - a cidade, as ruas, o rio, a luz, as cores tão doces [1º de 4 posts]


Lisboa é uma cidade de uma beleza inacreditável e muitas mil vezes que a percorra nunca o meu encanto deixará se ser o mesmo, um encanto cheio de surpresas, de deslumbramento. A luz que envolve Lisboa é uma luz limpa, que reflecte o azul do rio, que se adoça com as árvores, as flores, a patine das paredes. Cada vez mais penso que Lisboa é muito bem capaz de ser a cidade mais bela do mundo.

E eu fotografo-a sem parar, cheia de amor por esta cidade que se renova, que acolhe, que abraça. E cada fotografia que aqui partilho é a minha maneira de vos mostrar a forma como eu vejo esta cidade tão feita de tanta gente, e de recantos e de carinhos e de convívios, e de segredos.




Apesar de lá dizer 'fado' enquanto estive no Mirador de S. Pedro de Alcantâra,
este senhor cantou umas belas canções franceses, envolvendo quem o ouvia numa doçura dourada


As ruas que descem para a zona da Lapa, com o Tejo e a rive gauche  em fundo

Lisboa a descer do Castelo, bela, bela


No Príncipe Real, a paz da tarde, com o rio em fundo


Glicínias e jacarandás - o suave colorido de Lisboa, a bela


1 comentário:

Anónimo disse...

Olá, UJM!

Concordo consigo: Lisboa é linda, cheia de cor e luz. É única!

Já estou com saudades de ir a Lisboa.

Há mais de 30 anos, trabalhava eu com alemães, um deles, que tinha passado por Lisboa antes de se deslocar ao norte para uma reunião, disse-me: "Lisboa é a cidade mais linda do mundo! Tem uma luz única! Nunca vi nada assim em parte alguma do mundo!"
E ele viajava muito.

Um abraço,

Conceição Teixeira