Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, março 18, 2015

O perigo das Quimeras e das Emboscadas. Ou não. Talvez seja apenas um caso em que 'Les beaux esprits se rencontrent'


Depois da entrevista de Obama (que pode servir de bitola para se comparar com as entrevistas caseiras aos nossos políticos), mudemos de assunto que a noite ainda é uma criança.

Uma combinação improvável: Mia Couto, Kate Mosse (por Paolo Roversi), Albert Delègue (por Mario Testino) e Madeleine Peyroux.







Já me cansa
ter esperança.

De tanta quimera desfeita
aprendi a existir de sobras,
neste tempo de quases e nuncas.

Morro
de tanto vida por viver.

Calo-me 
de quanta palavra esbanjada.

Desvaneço
de tanto beijo adiado.

O meu quarto
é o mundo inteiro sem mundo.

Quem me dera ser anjo
e sentir leve a terra
sob os meus pés alados.

Quem me dera
uma casa de nascença,
quem me dera um lume de crença,
um incêndio de todos os recomeços.

Quem dera
o quarto fosse de barro tenro,
um lugar de príncipe e princípios.

No sono
em que finjo adormecer
perco a noite
e o seu balouço de sonhos.

Sob o umbral da insónia
dou de beber a anjos
que se extinguem
na poeira dos desertos.





Sou dente para o teu beijo,
garra para a tua beleza.

Abro a casa
para o teu silêncio.

Mas não tenho leito
para o teu cansaço.

O que nosso amor acende,
luz cega,
não nos deixa ver,
distintos, um e outro.

Embriagada visão
do que é metade,
só vejo o que é tudo.

Eis o meu vício:
o que bebo não tem medida.

O que a minha sede busca
não é a bebida,
mas a sombra da água
onde eu,
numa outra vida,
morei sem voz nem mágoa.



....

  • O primeiro poema chama-se Quimeras e o segundo Emboscada e são ambos de Mia Couto do livro Vagas e Lumes da ed. Caminho
  • A canção interpretada por Madeleine Peyroux é Don't wait too long. 
  • Kate Moss é 'Painted Lady', veste criações de grandes casas de alta costura e foi fotografada por Paolo Roversi para a W Magazine April 2015. 
  • Albert Delègue é um homens dos retratados por Mario Testino que pode ser visto no livro Sir onde Mario Testino, por esta vez, fotografa homens.


...

O homem que se segue também tem muito que se lhe diga: Obama no seu melhor já aqui abaixo.

..

1 comentário:

Rosa Pinto disse...

Parabéns, pelo bonito post.