Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, janeiro 16, 2015

Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios


No post abaixo deste mostro umas imagens que retratam a saúde da Saúde na era do resplandecentemente saudável Paulo Macedo, ministro da Saúde do desGovernado bando de ajudantes do Láparo. E conto a história que envolve a mulher do Farmacêutico e, para rematar, conto a história do ladrão de patos do Bocage.

Mais abaixo ainda assesto baterias contra um pistoleiro que para aí anda armado em bom, outro artista da troupe do Láparo.

Mas isso é a seguir. Aqui, agora, a conversa é outra.

Se concordarem, vamos com música que preciso de um afago para o meu Worrisome Heart



I would be lucky to find me a man
Who could love me the way that I am




      
     Estou a fim de dar pra você.

     Agora?

     Agora.

     Ela me beijou, esfregando com força os lábios nos meus, e deslocou o braço entre nossos corpos, para me apalpar por dentro do calção. Um dos defeitos de Lavínia-Shirley era a impaciência. Você não podia vacilar. Ela se ergueu e ficou de joelhos na rede, equilibrando-se com dificuldade. E sorria com cara de travessa no momento em que escorregou a alça do soutiã pelo ombro. Expôs um seio pálido na tarde, mais claro que o resto da pele bronzeada. Doeu saber que, em breve, eu não teria mais aquele peito bonito ao alcance dos olhos. E da mão. E da boca. Puxei Lavínia e prendi seu corpo num abraço.



 
      Não aqui, sua louca.

    Ela se debateu, fingiu que lutava, até conseguiu se livrar, e saíu da rede para entrar rindo no quarto e se jogar na cama. Eu me levantei, ajeitei a bermuda e recolhi o chapéu de palha que caíra no chão. O gerente continuava imóvel sob as árvores, com uma Caras na cara. O sol estalava na vegetação calcinada e nuvens enormes se agrupavam no céu, sem nenhuma pressa. Como de costume, teríamos um aguaceiro no fim da tarde.



   
Um motivo a mais para ficarmos confinados no quarto, embora não precisássemos de motivos. Lavínia e eu passamos horas na cama, respirando um ar abafado, que o cheiro opressivo do cânhamo deixava ainda mais denso. E suando. Um inventando maneiras de agradar o outro.




    Poucas vezes me senti tão confortável no mundo. E, no entanto, sofria, por antecipação, o grande vazio que seria o resto da minha existência sem ela.

_____


Este pequeno excerto pertence ao livro Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios de Marçal Aquino, um livro da Companhia das Letras.


Leio que Marçal Aquino nasceu em Amparo, no interior paulista, em 1958. Publicou, entre outros livros, os volumes de contos O amor e outros objectos pontiagudos, Faroeste e Famílias terrivelmente felizes, além das novelas O invasor e Cabeça a prémio. Actuou como roteirista dos filmes Acção entre Amigos, O invasor, Nina e Crime delicado. Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios foi adaptado para o cinema por Beto Brant e Renato Ciasca.

A começar este livro uma citação,
A mujeres como yo no las conoces; las contraes.
Xavier Velasco, Diablo Guardián

e o primeiro capítulo do livro intitula-se O amor é sexualmente transmissível.


Em filme saíu assim:

Inspirado na obra homônima do escritor Marçal Aquino, o filme conta a história de um triângulo amoroso que envolve Cauby (Gustavo Machado), um fotógrafo de passagem pelo interior da Amazônia, a bela e instável Lavínia (Camila Pitanga) e seu marido, o pastor Ernani (Zecarlos Machado), que acredita ser possível consertar as contradições do mundo



-----

Relembro: o post abaixo é dedicado à realidade a a outras anedotas e o ainda mais abaixo é sobre uma outra anedota que para aí armada em malandreca de quinta categoria, um tal Sérgio Figueiredo.

-----

Desejo-vos, meus Caros Leitores, uma boa sexta-feira.

....

3 comentários:

Anónimo disse...

este puto tem mesmo bom gosto-))) - https://www.youtube.com/watch?v=GDSGanY1rqo

Bob Marley

Anónimo disse...

um tema interessante e ainda bem que com tradução - https://www.youtube.com/watch?v=GEmuEWjHr5c#t=180



bob marley

Rosa Pinto disse...

"Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios"

- O amor é sexualmente transmissível.

Esses são os personagens principais da história "Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios", que se passa numa cidade mineradora do Pará, que tem como pano de fundo a crescente tensão entre garimpeiros e a mineradora. Cauby é um fotógrafo que chega a cidade para produzir um livro com imagens desse povo sofrido do interior que tem como objectivo de vida encontrar uma pepita e mudar de vida. Lá ele conhece a misteriosa Lavínia e ambos se envolvem. A narrativa vai e volta no tempo, mantendo até as últimas páginas o mistério que envolve a situação actual do narrador (Cauby). Mesmo sendo um livro curto, a história nos prende pelo mistério e pelas tensões entre os personagens e o cenário.

Do mesmo livro: “Não sei que nome você daria a isto. Bem, não importa, chame do que quiser. Eu chamo de amor.”

Beijinho.