Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

domingo, janeiro 04, 2015

Beleza, Moda e Decoração - alguns tópicos relativos às tendências para 2015. E marsala, a cor do ano. E a dança, sempre. E a alegria? A alegria é trendy? José Tolentino Mendonça parece achar que sim (ah, e também acha que alegria não é coisa de gente burrinha - ufffff...!)


No post abaixo já contei uma história relativa à necessidade que algumas mulheres sentem de gastar muito dinheiro consigo próprias e, para ilustrar, mostrei uma das mulheres a seguir em 2015, Sienna Miller, em duas fotografias, uma que a mostra glamourosa e outra em que aparece sem maquilhagem, dificilmente reconhecível.

Mas isso é a seguir.

Aqui, agora, o Um Jeito Manso arma-se em blogue trendy e mostra algumas das tendências para 2015 a que acha piada. 


1. Na Beleza, em especial nos Cabelos


Cabelos comprimidos ou intermédios apanhados atrás de forma 'solta', ou fazendo uma trança e prendendo-a num carrapito ou simplesmente enrolar e prender com ganchos que podem ser de cores distintas e ficar à vista

Cabelos compridos apanhados de forma 'artesanal' prendendo ganchinhos de feitios distintos ou usando uma fita entrelaçada

___


2. Na Moda



Irreverência, criatividade, estar-se nas tintas para os risinhos alheios - seja com um chapéu como não lembra ao careca (seja por ser grande, seja por ser de um feitio incomum), blusas com pormenores que são, só por si, todo um figurino, saias do além (ou por serem grandes ou por serem curtas ou de um feitio inesperado). Mas tudo com muito estilo. Apesar da aparente loucura, deve haver uma coerência intrínseca. E tudo deve ser adaptado à estatura, à formosura, à idade. Uma pessoa baixa e anafada não suportará nada disto mas, nesse caso, as peças podem ser igualmente irreverentes mas favorecer a figura. E uma pessoa de idade pode igualmente arrojar e ficar elegante. Bem, não precisa de arrojar tanto como a Paula Bobone (que ainda no outro dia a vi e parecia um desenho animado) - e também não estou a dizer que ela é 'de idade'.


Riscas coloridas - a usar sem medo, escolhendo um ou dois adereços a condizer na cor, seja nos óculos, ou nos sapatos, ou na carteira ou mesmo apenas no bâton
O resto dos adereços deve ser neutro para que o conjunto não fique a parecer uma tenda de circo

___

3. Na Decoração



Pintar ou colar nas paredes palavras inspiradoras, citações, provocações.
Pode pintar-se directamente, podem comprar-se letras e colar - o que se quiser.
A usar sem medo mas com alguma contenção, sentido estético e alguma lógica



Encher as paredes dos recantos que se querem vivos com quadros, quadrinhos, espelhos, espelhinhos, fotografias, relógios, o que se quiser - e pode ser quase de alto a baixo. Uma vez mais deve ser usado com conta, peso e medida, ou seja, não é pejar as paredes de uma ponta a outra de toda a espécie de tralha. Pelo contrário, devem criar-se espaços distintos com identidade própria.
_____


4. Todos os anos é escolhida uma cor. 

A cor de 2015 é Marsala.



MARSALA, PANTONE 18-1438

Marsala enriches our mind, body and soul, exuding confidence and stability. Marsala is a subtly seductive shade, one that draws us in to its enbracing warmth.

This hearty, yet stylish tone is universally appealing and translates easily to fashion, beauty, industrial design, home furnishings and interiors.

[Leatrice Eiseman - Executive Director, Pantone Color Institute®]







Marsala na decoração e os bordeaux, lilazes, cinzas, azuis, violetas, alfazemas com que se combina muito bem


Marsala na natureza especialmente nos frutos do bosque e as várias cores com que se combina às mil maravilhas
(e repare-se nos tons de verniz das unhas)


Marsala na moda - a profundidade quente do vinho (tinto e encorpado)

......................


E, para quem pense que isto por aqui é só frou-frou, fantasia e espuma, aqui ficam dois digestivos que provam que nada disso: isto por aqui é mesmo o que calha.

5. Na Dança


Alvin Ailey American Dance Theater: Chroma pelo coreógrafo Wayne McGregor




____


6. A Alegria


A tradição ocidental não deixa margens para dúvidas na ligação que faz entre sabedoria e pessimismo. Mais facilmente o taciturno passa por sábio do que o homem alegre. E um espírito torturado e reticente arranca maior adesão do que todos os que se esforçam por manter activa a alegria. 

Há, de facto, um erro comum que leva a considerar a jovialidade como característica espontânea de carácter, que nada deve à maturação. Contudo, o que realmente experimentamos é o avesso disso, já que o pessimismo é, não poucas vezes, a resposta mais fácil à pressão dos tempo. 

(...) A alegria não se reduz a uma forma de bem-estar ou a um conforto emocional, embora se possa traduzir também dessa maneira. A alegria é, fundamentalmente, uma expressão profunda do ser: em bondade, em verdade, em beleza. 


(...) A alegria, se quisermos, é uma grafia do espírito que nos abeira do milagre e que se traduz tanto pela quietude como pelo riso, tanto pelo silêncio como pelo canto, tanto pela presença a si mesmo como pelo entusiasmo partilhado.


[Palavras de José Tolentino Mendonça na crónica 'A ALEGRIA TAMBÉM SE APRENDE' que faz parte da sua rubrica semanal 'que coisa são as nuvens' na Revista do Expresso]




Petunias by Georgia O'Keeffe 

----

Desejo-vos, meus Caros Leitores, um belo domingo!

E viva a alegria de viver, que a vida é efémera, frágil, e um milagre que nos é dado presenciar (e, mesmo nos momentos maus, há que tentar ver para além disso, agarrando-nos ao que é bom e nos pode trazer felicidade. Ajudamo-nos mais e ajudamos mais os outros se conseguirmos manter o optimismo e a alegria - e, podem crer, sei do que falo)

---

4 comentários:

Anónimo disse...

olá
bem hoje já aprendi uma palavra rsrs
marsala
sempre lhe chamei vermelho cereja ou vermelho romã
uma das minhas cores preferidas.
está nos meus sofás, numa combinação com verde esmeralda
um bocadito mais escuro do que o deste vestido rsrs
http://www.gopixpic.com/380/vestido-verde-esmeralda/http:%7C%7Cwww*vestidosde*info%7Cwp-content%7Cuploads%7C2010%7C03%7Cvestido-verde-esmeralda*jpg/
e o amarelo mostarda
http://www.lanotex.com.br/texturas/grafiatto_areia_mostarda_malha_20_interna.jpg

ao longo dos anos fui "colecionando" várias peças nesta cor, pelo que tenho várias blusas, casacos e túnicas, sapatos e carteiras e lenços e bijutaria, inclusivé collants... portanto, em trapos não vou gastar dinheiro este ano. estou safa!
quanto a penteados são, também, os meus de há muitos anos com as minhas adoradas cãs
chapéus, boinas, gorros, bonés.... a coleção que uso já enche uma arca (ah, lembro agora, também tenho uma boina em tom marsala) daquelas do enxoval que as nossas mamãs nos faziam eheheheh
este natal recebi algo parecido com isto chegando diretamente de Paris de uma loja toda xpto que não posso dizer o nome rsrsrs) http://www.chademulher.com.br/uploads/produtos/tn_boina-feminina-tweed-201406051129222.jpg

agora quanto às riscas não são o meu forte... uhmmmmm nem me parece que vá ser, não sou de modas... por isso........

e sim, também tenho 2 recantos (1 em cada divisão) assim com essas tralhas onde guardo toda a espécie de "recuerdos" mas não furei a parede. mandei cortar um placar gigante que foi aparafusado à parede, no fundo é como se fosse uma segunda parede e é ai que tenho toda uma parafrenália,emoldurada ou não, de objectos que me são significativos que vão desde um pedaço de renda de bilros feito pela minha bisa, a bilhetes de concertos ou filmes, pratos catálogos, fotografias, um pedaço de um prato cavalinho... ah e é uma estrutura dinâmica... nem sempre lá estão as mesmas coisas!
frases nas paredes... tenho, há muitos anos, no corredor da entrada uma moldura de 2m x 1,5 m em dourado daquelas todas rócócós
http://www.bestnetleiloes.com/media/lots/2134/2023_a.jpg

cujo fundo é uma folha de papel de cenário. ai vai-se escrevendo pensamentos, poemas, frases bonitas (recados não) quando está cheia muda-se ou não............ é conforme calha rsrs

e sim
a alegria também se aprende
cada vez tenho menos paciência para pessoas que fazem da auto-destruição, comiseração um culto
não passam de manipuladoras e devoradoras de almas
um beijo e bom domingo
GG


P:S: hoje acordei palradora ahahahahah

Anónimo disse...

Este mundo está a ficar patético. Agora inventam-se novos nomes para cores velhas, que toda a gente sempre soube como defini-las, como a tal Marsala!
Esta malta das modas tem uma "criatividade", nesse aspecto, que chega a roçar o ridiculo.
P.Rufino

Claudia Sousa Dias disse...

A mim parece-me bem chamar-lhe bordeaux como o vinho. Uma cor entre o tom de beringela e o grenat.

Rosa Pinto disse...

Era prazer? Era.
Mas era mais que prazer. Era alegria.
A diferença? O prazer só existe no momento.
A alegria é aquilo que existe só pela lembrança.
O prazer é único, não se repete.
Aquele que foi, já foi. Outro será outro.
Mas a alegria se repete sempre.
Basta lembrar.
Rubem Alves

Boas alegrias!