Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, dezembro 20, 2014

Amigos (homens) de longa data vêem-se nus pela primeira vez. Avaliam-se, brincam aos helicópteros, riem, elogiam-se, abraçam-se: uma festa!


No post abaixo deixei mais umas quantas sugestões de presentes económicos, criativos e divertidos. Penso que terei coberto todos os gostos e, para os mais compenetrados, aqueles que não acham graça às minhas maluquices, terminei com a mensagem de Natal de um casal que a todos, portugueses e estrangeiros compradores de assets, diz muito.

Mas isso é a seguir. Aqui, agora, porque estamos a entrar no fim de semana, tenho mais um número especial.




Alguns pares de amigos de longa data que nunca tinham estado nus em conjunto fizeram uma experiência: puseram-se depenados em frente s um do outro.

A atrapalhação antes do momento da revelação é o máximo. Tentam perceber se estarão à altura do outro - ou, pelo menos, é o que parece.




Até que se viram, nus como a mãe deles os deitou ao mundo. A forma como olham para as partes pudibundas um do outro, primeiro a medo, depois fazendo medições de cabeça (aquela célebre questão: o tamanho importa?), como se desatam a rir para logo se auto-censurarem (ups... não devia ter rido...), as exclamações, as brincadeiras - tudo é uma graça.




E eu tive uma nova ideia para uma possível actividade para quando me reformar: fazer vídeos destes. Sim, porque alguém há-de ter filmado estas cenas e eu, com o meu espírito de profissionalismo, também não me faria nada rogada: filmar amigos que se vêem nus pela primeira vez parece ser um trabalho pesado mas, enfim, trabalho é trabalho e nem pensar em virar as costas.




O número dos helicópteros então deve ser o máximo e eu ia querer filmar a hélice bem de perto para ver se apanhava o momento em que a máquina está pronta para levantar voo - se bem que aí, admito, poderia ter uma leve falha no meu profissionalismo pois, provavelmente, iria estar desconcentrada.

Capaz era de levar um arco para me pôr ao lado deles a fazer o hula hoop para, na altura da brincadeirinha do helicóptero, não destoar muito.





Ora vejam.

Guy friends see each other naked for the first time





Uns fofos.

___

Para mais presentes de Natal, desçam, por favor, até ao post já a seguir.

___


Desejo-vos, meus Caros Leitores, um belo sábado.

...

1 comentário:

Rosa Pinto disse...

Belo sábado para si também.
Interessante a ideia da ocupação aquando da “reforma” – profissional, verdade?, mas (voltamos ao mas), a variedade é sempre melhor, minha opinião, procure vídeos de experiências. – só bichanos ? Não, não…