Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, outubro 16, 2014

O adultério e o pénis verde artificial. Ah, a imaginação...



É incrível as mentiras que as pessoas são capazes de manter por trás da máscara do rosto verdadeiro. 

Pense-se na arte do adúltero: sob uma pressão tremenda e correndo enormes riscos, maridos e mulheres normais, que ficariam petrificados de vergonha em cima de um palco, no teatro do lar, sozinhos perante a audiência do cônjuge traído, desempenham papéis de inocência e fidelidade com uma capacidade dramática impecável. Grandes, grandes desempenhos, concebidos com génio até ao mais ínfimo pormenor, actuações naturalistas impecavelmente meticulosas, e tudo feito por amadores. Pessoas que se fazem passar perfeitamente por 'si mesmas'. 

O faz-de-conta pode tomar as formas mais subtis, sabe? 

Porque é que um romancista, fingidor profissional, seria menos hábil ou mais fidedigno do que um contabilista estólito, sem imaginação, suburbano, que anda a enganar a mulher?





---

Philip Roth, antes de sair de cena





____


O texto em itálico faz parte da entrevista concedida por Philip Roth a Hermione Lee em 1984 que integra o livro Entrevistas da Paris Review, 2, recentemente publicado pela Tinta da China.


A entrevista do vídeo foi feita a Roth numa das suas casas, em 2010, para o Estadão, e escolhia-a não tanto pelo dildo verde mas, especialmente, por estar traduzida e, assim, ser de mais fácil compreensão por parte de quem não tem grande facilidade com a língua inglesa. Mas é muito elucidativa do estilo Roth (- e reparem no arzinho malandreco que por vezes ele faz).


___


Permitam que vos diga que este é para aí o 5º post desta noite pelo que, se estiverem para isso, vão descendo porque há para todos os gostos.


___


Desejo-vos, meus Caros Leitores, uma bela quinta-feira.

....

5 comentários:

bob marley disse...

Navegavam há meses e os marujos não tomavam banho nem trocavam de roupa. O que não era novidade na Marinha Mercante britânica, mas o navio fedia!
O Capitão chama o Imediato:
- Mr. Simpson, o navio fede, mande os homens trocarem de roupa!
Responde o Imediato:
- Aye, Aye, Sir, e parte para reunir os seus homens e diz:
- Sailors, o Capitão está se queixando do fedor a bordo e manda todos trocarem de roupa.
- David troque a camisa com John, John troque a sua com Peter, Peter troque a sua com Alfred, Alfred troque a sua com Jonathan ... e assim prosseguiu.
Quando todos tinham feito as devidas trocas, volta ao Capitão e diz:
- Sir, todos já trocaram de roupa.
O Capitão, visivelmente aliviado, manda prosseguir a viagem.


É MAIS OU MENOS ISSO QUE VAI ACONTECER EM PORTUGAL
NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES. - http://www.publico.pt/politica/noticia/comissao-nacional-do-ps-sem-debate-porque-estava-tudo-com-vontade-de-ir-para-casa-1672930


Qual a pressa?-)))

Anónimo disse...

Genial este comentário de Bob Marley!
P.Rufino

Carlos Azevedo disse...

Ah, o eterno injustiçado do Nobel da Literatura. Não tenho opinião sobre isso, mas posso dizer que é um escritor magnífico. Se, de entre todos os livros de Roth que li, tivesse que escolher apenas um, seria «Everyman». As últimas linhas: «He went under feeling far from felled, anything but doomed, eager yet again to be fulfilled, but nonetheless, he never woke up. Cardiac arrest. He was no more, freed from being, entering into nowhere without even knowing it. Just as he'd feared from the start.» Brutal.

FIRME disse...

Vou brincar:se no alto mar ,um comandante , só manda trocar a roupa aos seus homens,por cheirarem mal...PERGUNTO?SABERIAM NADAR?EIS A QUESTÃO!!! Eleições:saberá o povo votar? Só fazendo a prova! Que venha...Os,já quase ... afogados,tiveram três duros anos para aprenderem a nadar !

FIRME disse...

Adultério,palavra bíblica com que atemorizavam,qualquer,MULHER,quando e, tal como a maçã mais doce E BELA E QUE COM OS SEUS DOTES,MENORIZAVAM,QUALQUER ARROGANTE POSSUIDOR DOS MAIS PEQUENOS tomates, é MITO!!!Se os olhos pudessem atingir o infinito...não havia INFINITO ! Eu já tentei...Espalhei-me !!!!