Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

domingo, fevereiro 09, 2014

Suruba, orgia, bacanal? Ménage, trénage? Prostituta perneta? Anão? Gordo? Gordo voyeur...? - está tudo incluído. É na Sex Shop na Porta dos Fundos em dia de promoções.


Bom. Não sei como está por aí mas por aqui está uma vendavaleira brava, as janelas volta e meia quase vão pelos ares, se vou à janela vejo as grandes árvores quase tombando, e o vento ruge, feroz, vingador. Lisboa todo o dia esteve envolta em cinzento, um cinzento molhado, o rio picado, escuro, claramente sem estar para brincadeiras. Os avisos dizem para a gente não sair de casa e, por isso, aqui estou, obediente e bem comportada.

Um amigo meu conta que a mãe, família da nobreza, sobrenome dos melhores da Linha e arredores, sempre que se sentia agastada com qualquer coisa, dizia alto e bom som: 'não tenho idade nem condição social para aturar isto'.

Imparafraseando* a dita senhora, direi que não tenho idade nem condição social para ficar aqui em casa presa e, ainda por cima, bem comportada.

Estou mais para uma valente suruba.

Virtual, claro.

Surreal de preferência. 

Venham daí também. 


Mas cuidado com o fantasma. (Que é para depois não se virem queixar que não vos avisei)


*

NB: Sinto-me à vontade para usar palavras como a que asterisquei desde que a Segunda Figura de Estado, a nossa Sãozinha Estebes, desatou a inventar palavras à velocidade de uma ou duas em cada frase, começando com o inconseguimento frustracional.





Sex Shop - Porta dos Fundos


*

PS: Se estiverem afim da sugestão que o recepcionista aventou, aqui deixou uma das fotografias do catálogo da casa com quem esta Sex Shop trabalha e que é especializada em animais alternadeiros.



Se não quiserem estes, temos também cangurus, macacos, tartarugas. O que se quiser.
(Cabra é que acho que não tenho, não.)

Sem comentários: