Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, maio 19, 2018

Um casamento gospel na realeza britânica
A que se seguirá uma conferência de imprensa de Bruno de Carvalho













Depois da igreja ter desatado a rir quando Harry deu o Sim a renunciar às outras e depois do Bispo Curry, inflamado e esfuziante pregador negro americano, ter exortado todos a amarem o amor em vez do dinheiro e de nunca mais se calar, deixando todos a olharem uns para os outros, sorriso meio estupefacto no rosto, sem perceberem bem o que estava ali a passar-se, e de um animado coro negro ter entoado o Stand by Me -- conduzido por uma imponente volumosa e colorida maestrina com um extraordinário penteado platinado --, eis que finalmente, entre ternos olhares e cúmplices mãos enlaçadas, os noivos deram o sim.

A realeza britânica abriu, pois, as portas ao povo e aos negros -- que é como quem diz, abriu-se, de vez, ao mundo real.

A rainha impassível.

Longe vão os tempos em que queria tudo by the book. Agora, depois de tudo o que aquela maltinha tem aprontado, já está por tudo.




E, dado o nó, os Duques de Sussex desfilaram para agradecer o carinho e a curiosidade da população.


...................................................



Entretanto, as televisões anunciam que Bruno de Carvalho vai falar já a seguir. Não há festa sem malucos.

..........................................................................

Já falou. O puro e virginal Bruno já falou. Com voz arrastada e aspecto espapaçado, apareceu mais de uma hora depois da hora para a qual convocou a conferência de imprensa e, como que ganzadamente, desfiou baboseiras durante duas arrastadas longas horas. Vitimizou-se, desculpou os agressores de Alcochete e culpou os jogadores, atacou accionistas, jornalistas e o mundo em geral pelo so called terrorismo de que, segundo diz, está a ser alvo. Pelo meio, falou da ex e da filha da qual diz desconhecer o paradeiro, falou da actual mulher, falou do Expresso, misturou assuntos pessoais com avisos e com indirectas, acusou empresários, desculpabilizou-se de tudo, de corrupções, de banditismo, de sacos azuis, e apelou ao sentimentalismo mais primário -- e, a cada coisa que disse, demonstrou que está para além de passado da cabeça. Ou seja, qual penetra, invadiu o real casório para fazer toda a espécie de maluquices e para evidenciar o caso sério que ali está. Provavelmente vai mesmo acabar por ser detido, agarrado e enfiado numa camisa de forças ou enviado a banhos para a província. Enquanto isso, o Sporting caminha a passos largos para um buraco financeiro do qual poderá não conseguir sair.

...........................................................................................

E sai um viva para os noivos!