Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quarta-feira, março 07, 2018

Como aplicar um colírio
[E o teste da alcoolemia e uma burca multifunções]


Isto para que vejam.

De um Leitor que, volta e meia, me envia coisas engraçadas recebi um vídeo divertidíssimo. Mas não vem o link do YouTube pelo que estou a ver se, pesquisando, lá chego. Contudo, não estou a conseguir descobri-lo. 

Cá para mim isto é ciumeira do algoritmo: não gosta que eu me divirta com vídeos que não me são propostos por ele. Já pesquisei em várias línguas, já usei toda a espécie de combinações e chapéu. 

E, como que a gozar comigo, certamente para demonstrar que me troca as voltas todas as vezes que quiser, eu escrevo alhos e ele devolve-me bugalhos.

Os vídeos malucos que eu já vi e que não têm literalmente nada a ver com o que procuro, não dá para acreditar. Este que aqui vos mostro e que certamente chocará as viúvas perpétuas, as virgens, as beatas, quiçá até os eruditos e eremitas desta vida, é um exemplo disso. A esperança, para que isso não aconteça (porque não gosto de chocar ninguém), é que não sejam dados a galicismos, que a sua sapiêncie se quede pelo grego e/ou pelo latim -- ou seja, que não percebam nada do que o senhor doutor diz.

A sério. Abram bem os olhos e vejam lá bem isto.

É que, imagine-se que, tendo eu escrito, 'burqa pour aller au médicin', o estupor do algoritmo me mostrou...  'Comment mettre un collyre'. Brincalhão.




E até, imagine-se, me apareceu com um relativo ao teste da alcoolemia. Como se tivesse alguma coisa a ver. Está a testar a meu poder de encaixe, o engraçadinho do algoritmo. Só pode. 



......................................

E agora, se me permitem, vou fazer uma experiência. Vou fazer o download do vídeo que o Leitor me enviou e vou ver como fica se fizer o upload directamente para aqui. Se ficar mal, volto aqui a apagar.


Vê-se, não vê...?

........................................................................................

Pronto. Agora que já andei a brincar à gata e ao rato com o algoritmo, vou ver se descubro tema mais intelectual para não decepcionar os meus Leitores mais mal-dispostos.

........................