Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, julho 21, 2017

Hugo Soares e Ferro Rodrigues:
conselhos da Sta UJM a um e a outro


Sobre Hugo Soares pouco tenho a dizer. Na verdade, nada. Eu que, a escrever, sou tão palavrosa, chego a este tema e nada me ocorre. Não sei quem seja. Melhor: não sei o que fez na vida. Não sei se sabe fazer alguma coisa. Para mim é a Kardashian do parlamento português: Hugo Soares é conhecido por ser conhecido. Mas é um conhecimento oco. Se estivéssemos no domínio das álgebras boleanas, a ter que se dizer alguma coisa sobre Hugo Soares, poderíamos dizer que é um conjunto vazio ou cheio de tretas das quais só se conhece o estado zero ou em que, nele, as ocorrências se auto-anulam. Mas palpita-me que o Hugo Alexandre não frequenta propriamente praias boleanas e, portanto, assim sendo, sobre matemáticas e outros temas que envolvam algum rigor, pouco mais tenho a declarar sobre a criatura. 


Com a sua tenra idade e a sua experiência de jota receio que lhe falte algum mundo e que seja do tipo olha para mim a pôr-me a jeito sem perceber que tenrinhos assim são bons para serem comidos ao pequeno-almoço por tudo o que é macaco de rabo pelado. Não que me importe, note-se. Muito pelo contrário: o gáudio está assegurado. Além disso, se a álgebra boleana não é a praia do Huguinho também o deserto laranja não é o meu.

A minha cena é mesmo que acho que faz falta haver oposição. A democracia é mais saudável quando é frequentada por gente inteligente dos vários lados da contenda. Agora assim, é uma pena. 

Por exemplo, ao que consta, o puto Huguelas resolveu meter-se com Ferro Rodrigues. É daquelas coisas que, fosse ele inteligente, media melhor com quem se metia. Podia, por exemplo, meter-se com a Meireles que está mais ao seu nível. Mas da Meireles deve ele ter pavor (e percebe-se; puxa, só de olhar para ela... medoooo...). Podia meter-se com os jovens matulões do PCP ou com o João Galamba que é tudo malta quase da sua idade mas, ora chiça, com eles é que ele não se mete. Pudera, quem tem cu tem medo. Pois bem. Foi pôr-se a ladrar às canelas do Ferro Rodrigues. Claro está que Ferro Rodrigues -- com idade para ser pai dele e com uma rodagem intelectual que nunca o Huguinho alcançará nem que viva mais anos do que o Matusalém -- o enquadrou de imediato. Com bonomia e alguma ironia, perdoou os dislates juvenis do recém empossado líder da bancada do PSD. Fez bem. Mostra grandeza de carácter ao conseguir aguentar-se e não parodiar o pobre coitado do jovem Hugo Alexandre.


Mas com isto não estou a pôr-me fora do assunto. Quando me vejo perante situações destas, o espírito de uma qualquer Madre Superiora que, noutra encarnação, certamente possuíu os genes desta vossa santa que vos escreve, desce em mim e eu fervilho de vontade de ajudar.

E é isso e só isso que aqui me traz.

Vou aqui colocar um vídeo que espero que o juvem Hugo Alexandre veja com atenção. 


Para se destacar por alguma coisa na Assembleia deverá ele, em cada dia, encenar uma nova postura. Em vez de para ali estar sentado na bancada, quiçá na baderna com o larápio, não senhor. À frente da dita bancada faz uma performance. Sozinho ou com alguns amiguinhos da bancada. Diga que é arte. Pode até promover uma votação diária para um certo conjunto de jurados eleger qual a posição mais original. É que assim haverá o que dizer das intervenções parlamentares do Hugalex: hoje estava de escocês sem roupa interior. Ou: hoje apresentou-se de varina com uma cesta de sardinha congelada à cabeça. Ou: imagine-se aquela cabeça do Hugo, um iluminado, que hoje apareceu paramentado de doutor Honoris Causa da ilustre Universidade de Verão da JSD. Estaria garantido: sempre mediático e a suscitar debates esquerda-direita nos canais televisivos -- que é o que verdadeiramente interessa.


Vejamos então:

Exemplo de posições possíveis para o jovem Hugo Alexandre se apresentar nas sessões do Parlamento

[Aquilo do idiota ideal não tem nada a ver. Ideal a que propósito...?]


Quanto a Ferro Rodrigues, o que aconselho é que veja o vídeo abaixo e treine fazer igual: de novo John Bercow, o Speaker do Parlamento do Reino de Sua Majestade. Ensaie as vezes que forem necessárias para nos proporcionar momentos destes, em especial quando a nova estrela do nosso parlamento pedir a palavra para dizer coisas que devem fazer revolver o Sá Carneiro esteja lá ele onde estiver. Order! Order! Ou Senhor Deputado Hugo Alexandre, escreva mil vezes: 'vou fazer ginástica mental a ver se consigo parecer inteligente'.





E sobre a temática parlamentar com Hugo Soares nesta sua nova posição nada mais tenho a acrescentar. Limitação minha, assumo.

_______________________________________

Permitam que vos aconselhe agora um passeio bem diferente: desçam, por favor, até ao post seguinte e penetrem no calendário Pirelli 2018
Uma loucura.

___________