Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sexta-feira, abril 08, 2016

Os insultos de Shakespeare
e
A beleza do que desconhecemos


Depois do pedido de desculpas de António Costa pelas espadeiradas verbais no Facebook do seu queiroseano ministro da Cultura, João Soares (também conhecido por John Só Ares, Hans Nurlufts e John Sowinds), estava com vontade de continuar a fazer alongamentos mentais a ver se desentorpeço o meu estado de espírito.


Mas nem para isso tenho energia pelo que me despeço com uns vídeos que, por ora, me têm mantido distraída.

Os insultos de Shakespeare

"És um traficante de peixe!" Olhando melhor para as palavras de Shakespeare — especificamente os seus insultos — vemos porque é que ele é conhecido como um dramaturgo mestre cujas palavras transcendem o tempo e atraem audiências do mundo inteiro. 
Lição de April Gudenrath, animação de TED-Ed.

____


O cientista mais inovador, do qual você nunca ouviu falar 

[Addison Anderson explica sobre animação de Anton Bogaty]


Steno contribuiu grandiosamente para a área da geologia, influenciando Charles Lyell, James Hutton e Charles Darwin. Addison Anderson reconta o pequeno legado de Steno e louva sua insistência no empirismo em vez da teoria cega.

___

E continuem a descer, por favor, rumo aos Ninjas Sexagenários.


2 comentários:

Olinda Melo disse...


Olá, UJM

Por aqui a deliciar-me com a sua escrita.
Mas voltarei pois tenho muito para ler e aprender.

Bj

Olinda

Um Jeito Manso disse...

Olá Olinda, boas notícias o seu regresso!

Já tinha visto que o seu xaile estava de volta e apenas ainda não deixei lá um bilhetinho porque ando tão cansada e com tanto sono que não dá para atinar. Hoje, aqui, a escrever já adormeci umas vinte vezes.

Mas espero que esteja tudo bem consigo.

Beijinhos