Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

sábado, novembro 15, 2014

Horácio Pinto, director do SIS, apanhado a ajudar suspeito no caso dos vistos gold? Mas está tudo doido...? Até o director do SEF que está detido? E empresas ligadas a esta bronca pertencentes a gente próxima do ministro Miguel Macedo? E mais o BES e o GES e a TAP e sei lá que mais...? Ó pá! Não quero saber de mais nada! Já chega! - Só quero pensar numa coisa: nem todos se deixam comer vivos nem todos os elefantes são fantasmas no meio da sala. Paula Rêgo junta-se à festa e Taylor Swift mostra o que é viver num palácio.


No post abaixo dou a palavra aos Leitores e tenho humor, música, poesia e animação histórica. Saber-vos-á bem depois deste que vou agora escrever (digo eu).

Ora, então vamos lá. Quando me preparava para partir para uma conversinha boa, não é que dou uma vista de olhos pelos jornais e dou com outra...? Outra!


[Uma vez mais, por favor vamos com música mas vejam o vídeo, meus Caros Leitores, porque é qualquer coisa, um décor e uns exteriores que apetece olhar. A música não é das que eu gosto mas o vídeo vale bem a pena.]


Taylor Swift - Blank Space




______


Dizia eu que dei com mais uma notícia do além. Juro que só me apeteceu desligar o computador à papo-seco e ir dormir. Fogo! Não há pachorra! Mas que cambada é esta que se aboletou por todo o lado? Tenho uma sensação semelhante à que devem sentir as vítimas de roubo por arrastão. Começaram por aumentar os impostos à cara podre, roubaram-nos de toda a maneira possível e imaginária, venderam tudo o que havia para vender e o pouco que falta também há-de ir; mas agora parece que passaram para outro nível: agora parece que anda meio mundo a meter milhões ao bolso. Uma enxurrada que já não se aguenta.

É que já não bastava o gang do Governo -

  • uma maltosa do piorio, desde uma ministra da Justiça meio desnorteada e leviana em tudo o que faz e diz (não me canso de o repetir)
  • passando por um ministro da Economia malcriado e com atitudes altamente duvidosas, 
  • uma ministra das Finanças que embirra com o conceito da Verdade e que tomou uma das decisões mais parvas, perigosas, prepotentes e nem sei que mais diga e estou a referir-me ao que ela fez ao BES, 
  • um vice que anda sempre no laré e que, segundo rezam as más línguas, é mais o tempo em que anda a curtir do que a ser útil ao país e que pariu esta ideia dos golden visa (relativamente aos quais o próprio presidente da Associação Chinesa diz que eram facilidades a mais, que era melhor terem mais cuidado na atribuição dos vistos...), 
  • e isto já para não falar no próprio Láparo que não sabe o que diz, o que faz, de onde veio e para onde vai, um autêntico case study para as aulas de filosofia (ou de psicologia?)

- aparece-me agora o ministro Miguel Macedo também metido neste filme de terror dos vistos gold e envolvido com com gente de gosto mais do que duvidoso.


Um bailinho corrido que fede, senhores. É que já mal dá para acreditar nisto.


Transcrevo:

Ana Luísa Figueiredo, filha do presidente do Instituto dos Registos e Notariado, é uma das sócias da Golden Vista Europe, uma das empresas investigadas. E foi também sócia do ministro da Administração Interna numa consultora, da qual Marques Mendes ainda é sócio.


E, uma vez mais, cá anda o Marques Mendes metido em tudo, em todas as empresas relativamente às quais paira sempre por cima uma nuvenzinha de cheiro estranho.

Leio também agora a confirmação daquilo que já há bastante tempo aqui o disse e que ainda ontem repeti: malas com notas, dinheiro vivo para pagar casas, escritórios de advogados especializados na compra e venda ágil de casas a chineses (e outros newcomers do género). Fala-se que a zona da Expo é uma das que ganhou expertise na matéria.

Transcrevo:


Vistos gold: Polícia Judiciária tem imagens de pagamentos de casas em dinheiro.


As transações entre intermediários e empresas imobiliárias terão sido observadas em operações de vigilância e registadas em transferências bancárias no decorrer da investigação policial que levou na quinta-feira à detenção de 11 pessoas. Entre elas, altos quadros do Estado, alguns próximos do ministro Miguel Macedo.



E, como se tudo isto fosse pouco, leio agora que :

A Polícia Judiciária tem indícios que apontam para o envolvimento do líder do SIS no caso dos vistos gold, escreve o Expresso em manchete este sábado. Interrogatórios aos detidos ainda não terminaram.


A edição deste sábado do semanário Expresso faz manchete com a notícia que a PJ apanhou líder o SIS a ajudar suspeitos dos vistos gold. O diretor do Serviço de Informações e Segurança, bem como dois funcionários deste serviço, foram fotografados pela Judiciária durante a investigação, escreve o jornal, acrescentando que "estavam a detetar escutas no escritório de António Figueiredo, um dos principais suspeitos dos vistos gold".

A confirmar-se, é mais um elemento de peso num caso que já levou a duas demissões no Governo e está ainda no início.

Os 11 detidos foram hoje presentes ao juiz de instrução criminal Carlos Alexandre e, segundo a SIC Notícias, o interrogatório limitou-se a identificar os suspeitos.



-  -  -

Fico parva com isto tudo. Ou isto é tudo uma teia inenarrável, uma criação que fugiu ao controlo do criador - e, uma vez mais, Paulo Portas nos aparece metido em iniciativas que acabam num estado de putrefacção que incomoda - ou isto é um banho de areia para os nossos olhos. 

Que havia um fechar de olhos a coisas estranhas, isso era sabido. Agora que os chefes das polícias tivessem virado todos uns corruptos, uns maníacos, uns ladrões... isso já me custa a engolir. Palavra.

E depois há uma coisa do caraças.

Outra vez o juíz Carlos Alexandre?!? Mas não há mais nenhum?! Ou isto dos processos é a arrastadeira que se conhece porque está tudo, mas tudo, afunilado nas mãos daquele super-juíz?



Já nem sei que pense sobre tudo isto, uma cegada permanente. E imagino o que vai ser quando começar a comissão parlamentar de inquérito ao caso BES. Imagino o que vai ser, um regabofe, mais de cem pessoas.

Eu que nunca percebi para que servem as comissões de inquérito - sempre me pareceu que era um grupinho de deputados que se juntava para brincar às investigações ou aos tribunais e que, no final, fazia umas redações em que prevalecia a opinião do redactor, muitas vezes à revelia do que os outros acharam - imagino o carnaval que vai estar ali armado e as televisões numa euforia de comentários em cima de comentários.

Agora por televisões e comentários, não é que aquele jornalista que gosta de se fazer passar por economista e que diz papagaiadas como se não houvesse amanhã, não acrescentando nada a coisa alguma, esse tal José Gomes Ferreira, escreveu outro livro e admite entrar na política...? Só falta formar um partido a meias com o Camilo Lourenço, o Martim Avillez e outros zeros que tais. Acho bem. Formem um partido, vão para o governo, eles e a Jonet da sopa dos pobrezinhos, o Cantiga Esteves e o Medina Carreira, e a Maria João Avillez e aquela insuportável da Helena Matos e, na Cultura, o José Carlos Espada, e ainda o Henrique Raposo em secretário de estado dos briefings, coisa que deve ser reabilitada para a gente ter alguma coisa com que se rir.

Mas, agora a sério: já nada disto me desperta curiosidade ou vontade de os perdoar. Uma seca. Um charco. E é sabido que é nestas sopas orgânicas que a bicheza melhor se multiplica.

______


Vi na televisão que os italianos não gostaram que lhes fossem aos direitos e vieram para a rua armar escarcéu. O meu marido disse, 'De facto, em todo o lado, as pessoas vão para a rua e manifestam-se, só aqui, façam o que fizerem, a malta fica em casa sossegada'. É verdade, assistimos a tudo como se estivéssemos empalhados. Já nem reagimos.




Lembrei-me daqueles animais que, atacados por grupos de animais menores que eles, se deixam comer vivos.

Mas, então, inesperadamente, dei com um vídeo invulgar: um jovem elefante consegue ver-se livre de uma matilha de 14 leões. 


Quando a coisa parece estar perdida e já está com eles em cima a morderem-no por todo o lado, e nós, incomodados com as imagens, receamos que o devorem vivo, eis que ele ganha coragem, percebe que pode reagir, percebe que pode dar luta e consegue descobrir maneira de dar luta, acabando a enxotar os leões. E quase o imaginamos a rir, enquanto corre de orelhas em festa.





Um exemplo a seguir, ó portuguesinhos anestesiados no sofá...!


-----

Estou a dormir enquanto escrevo. Dou por mim a escrever de olhos fechados. E aqui chegada não consigo reler o que escrevi. Pode acontecer que não se aproveite nada. As minhas desculpas.

As pinturas são obviamente dessa ganda maluca de que eu tanto gosto, a Paula Rêgo.

-----

Relembro: abaixo há um post múltiplo com material enviado pelos Leitores. Humor, música, receita de mulher e animação histórica. Penso que, por muito picuinhas que V. sejam, talvez encontrem alguma coisita de que gostem - pelo menos assim o desejo.


-------

Desejo-vos, meus Caros Leitores, um belo fim de semana.

...

1 comentário:

irene alves disse...

Minha amiga admiro a sua imensa
capacidade de falar dos assuntos e
a sua frontalidade.Subscevo totalmente
este seu post e sobre o juiz realmenteé muito estranho!!! E depois o que sobra?
Quanto ao vídeo irei ver mas realmente
os portugueses parecem anestesiados.
E as televisões dedicam horas e horas
ao Futebol!!!
Subscrevo este seu post totalmente,
aliás gosto de todos os seus posts.
Bj. e bom fim de semana.
Irene Alves