Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

domingo, outubro 12, 2014

Mais uma maratona do conselho de ministros, horas e horas e horas. Não atinam outra vez com o Orçamento de Estado. Como vai ser, pois, OE 2015? Eu não sei e os ministros também não, não atinam com aquilo mas o ladino Marques Mendes, o arautozito do regime, no telejornal da noite já disse, tim tim por tim tim, como vai ser. É vidente, o garoto. Mas, enfim, nada de risotas!


Depois de, no post abaixo, ter mostrado um vídeo com situações do caraças, aqui, agora, começo por divulgar o conteúdo de um mail que Leitor a quem agradeço, me enviou. Enfeitei com duas imagens que arranjei através do google.


NADA DE RISOTAS



A Suíça não é banhada por nenhum mar.  Até o Passos Coelho que não é tão burro como parece sabia que a Suíça não é banhada por nenhum mar.



Numa reunião com o Presidente da Suíça, Passos Coelho apresenta os seus Ministros:

- Este é o Ministro da Saúde, este é o Ministro da Educação, este é o Ministro da Economia, esta é a Ministra da Justiça.... (e por ai fora).



Chegou a vez do Presidente da Suíça:

- Este é o Ministro da Saúde, este é o Ministro da Fazenda, este é o Ministro da Justiça, este é o Ministro da Educação, este é o Ministro da Marinha ...

Nessa altura, Passos Coelho começa a rir feito parvo e diz:

- Desculpe Sr. Presidente, mas para que é que o senhor tem um Ministro da Marinha, se o seu país não tem mar?

E o Presidente da Suíça responde:

- Quando Vossa Excelência apresentou os Ministros da Justiça, da Educação e da Saúde,eu não ri... pois não?!




.........


À hora que escrevo (passa da uma da manhã) os brincalhões que gostam de fingir que são ministros ainda estão fechados, a darem marteladas nas folhas de cálculo e provavelmente à estalada uns aos outros. Já lá estão há cerca de 16 horas. Eu diria que isto é de gargalhada mas acho melhor a gente não se rir porque um país estar nas mãos de um bando de doidos só pode dar em desastre.

Todo o santo sábado nesta brincadeira: foram para lá de manhã, todos vestidos de forma casual e, à uma da manhã ainda lá estão. É a nova forma de fazer orçamentos, mais uma das muitas graçolas do desgoveno de Passos Coelho. Guardam-se para as últimas e, como não atinam com aquilo (muita areia para tão desengonçadas camionetas), fecham-se todos quase de véspera, durante horas a fio. Nem imagino o que se possa fazer numa sessão de tão longa duração. Têm que entregar o OE 2015 na quarta-feira e ainda para alí andam a espremer números, a cortar e a coser, a dar marretadas à maluca. Sem estratégia, sem a mínima noção de coisa nenhuma, sem competência de qualquer espécie (pois se nem conseguem colocar professores nem transferir ficheiros de um tribunal para outro, como hão-de conseguir governar um país?), quais cábulas deixam para a última a concretização da peça de gestão mais importante, o orçamento. Faço ideia.


Cá para mim, às tantas, resolvem os diferendos apagando a luz e brincando ao quarto escuro. Ora vocês sabem como é essa brincadeira, certo? 

E quem deve estar a capitanear aquela equipa de desvalidos mentais é a tal senhora Albuquerque, aquela de quem Estrela Serrano diz, e muito justamente que tem uma preocupante relação com a verdade e com o respeito pela sua própria palavra.

Isto é tudo uma anedota.

Agora uma coisa me causa uma espécie do catano: se nem os próprios ministros ainda sabem como é que aquilo vai acabar, tanta a cacetada que estão há horas a dar na folha de cálculo, como é que o pequenito Mendes, o arautozito do desregime, na SIC, há bocado, com a Maria João Ruela, já anunciou tudo o que o orçamento vai ter? . 

Ali tudo: baixa isto, sobre aquilo, mantém-se a outra coisa. 

Tudo, tim tim por tim tim.

Uma brincadeira isto tudo, uma brincadeira



................


Não deixem de descer até ao post seguinte pois o vídeo é de susto e de gargalhada.

...

Sem comentários: